Tik Tok

Charli d’Amelio, a ‘tiktoker’ mais famosa do mundo, quer tirar um descanso

A estrela da mídia social leva sua fama para a TV com um reality show familiar que tem como foco a forma como as redes sociais afetam sua saúde mental

A estrela do TikTok Charli D'Amelio no iHeartRadio Music Awards, em 27 de maio de 2021, em Los Angeles.
A estrela do TikTok Charli D'Amelio no iHeartRadio Music Awards, em 27 de maio de 2021, em Los Angeles.Chris Pizzelo / GTRES

Ninguém faz como ela. A norte-americana Charli d’Amelio, de 17 anos, tem um número inimaginável de seguidores nas redes sociais. Com quase 124 milhões no TikTok, alcançou tudo o que um influencer deseja. Desde aparecer como convidada no programa de Jimmy Fallon a colaborar com marcas como Hollister e Procter & Gamble, poder dançar com sua ídolo, Jennifer Lopez, e ser convidada para o baile de gala do Metropolitan Museum de Nova York (conhecido como Met) do próximo13 de setembro. A fama chegou de repente, mas com um preço a pagar: as críticas constantes que ela e os outros membros de sua família recebem.

Mais informações

No último episódio do podcast que ela grava com sua irmã de 20 anos, Dixie d’Amelio (Charli and Dixie: 2 Chix), a tiktoker confessou que é muito difícil continuar postando em uma plataforma onde muitos dos comentários que recebe são negativos. “Perdi a paixão pelo que faço e era algo com que eu me divertia muito”, disse. “Fui eu que escolhi publicar o meu dia a dia, mas receber estas mensagens me faz mal. Isso me faz parar de querer mostrar mais coisas pra vocês, gente”, confessou aos seguidores. “Às vezes tenho medo de mostrar coisas de que gosto. Eu entendo, a vida é injusta, mas [os comentários] são um pouco radicais, não acha?”, perguntou à sua irmã Dixie durante a transmissão.

D’Amelio não posta mais vídeos todos os dias. No entanto, embarcou em um novo projeto com a participação de toda a sua família (cuja conta conjunta no Instagram ultrapassa 15 milhões de seguidores). O The d’Amelio Show estreou em 3 de setembro nos Estados Unidos e chegará à Espanha em 16 de outubro pela Disney +. O programa conta o dia a dia de Charli, Dixie e seus pais, Mark e Heidi, e tem como foco o efeito que as redes sociais têm na saúde mental das duas garotas.

No trailer, o pai da jovem confessa que teme que as redes “destruam a vida” de suas filhas, enquanto sua mãe diz que “são meninas normais que não mudaram por terem mais seguidores”. Charli d’Amelio, por sua vez, destaca a importância do apoio que recebe da família e amigos. “Milhões de pessoas observando cada um dos seus movimentos? É um terror constante”, admite, marcando o início de uma série de oito capítulos em que as palavras “ansiedade” e “depressão” aparecem várias vezes, refletindo o lado oculto de sua vida idílica como uma influencer de sucesso.

Apoie a produção de notícias como esta. Assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$

Clique aqui

A adolescente também recebeu críticas pelo convite para o iminente baile de gala do Met. “Me despejaram muito ódio por essa questão, mas eu pensava: gente, não posso ir, não tenho idade”, disse em entrevista recente à estação de rádio norte-americana Sirius XM. “Claramente não me deixariam passar porque tenho 17 anos”, comentou, rindo.

D’Amelio, que cresceu nas redes sociais graças à sua paixão pela dança, se consolidou como uma das tiktokers mais influentes do planeta. A revista Forbes a considera uma das adolescentes mais ricas de sua geração, com uma renda que já superava 4 milhões de dólares (20,7 milhões de reais) em 2020. Além disso, cada um dos curtos vídeos que publica na plataforma chinesa costuma ultrapassar 20 milhões de visualizações e obtém dois milhões de curtidas.

Inscreva-se aqui para receber a newsletter diária do EL PAÍS Brasil: reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as principais informações do dia no seu e-mail, de segunda a sexta. Inscreva-se também para receber nossa newsletter semanal aos sábados, com os destaques da cobertura na semana.

Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50