Pandemia de coronavírus

Morre José Paulo de Andrade, ícone do rádio paulistano, de covid-19

Jornalista de 78 anos e apresentador do programa 'O Pulo do Gato', na Rádio Bandeirantes, lutava há dois anos contra um enfisema pulmonar

José Paulo de Andrade, 78, na Rádio Bandeirantes.
José Paulo de Andrade, 78, na Rádio Bandeirantes.Reprodução

Mais informações

José Paulo de Andrade, um dos maiores ícones do radiojornalismo de São Paulo, morreu na manhã desta sexta-feira (17) aos 78 anos. Ele lutava contra um enfisema pulmonar há dois anos e estava internado desde o dia 7 no Hospital Albert Einstein, após ser diagnosticado com o novo coronavírus (covid-19). Ele trabalhava há 57 anos na Rádio Bandeirantes, onde apresentava desde 1973 o jornal matinal O Pulo do Gato.

Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo, José Paulo começou a carreira no início da década de 60, na Rádio América, e chegou à Rádio Bandeirantes em 1963, como locutor esportivo, repórter de campo e comentarista. Ainda participou de debates políticos na televisão e apresentou os jornais Titulares da Notícia, Jornal Gente, Jornal de São Paulo, Rede Cidade, Band Cidade e Entrevista Coletiva. Também interpretou o Zorro no programa As Aventuras do Zorro, em 1969.

O Grupo Bandeirantes divulgou uma nota de pesar nas primeiras horas da manhã. “Com uma voz firme, amplo conhecimento político-econômico, são-paulino fanático e um dos maiores formadores de opinião do Brasil, José Paulo tinha um coração gigante e um caráter ímpar. Com 57 anos de Rádio Bandeirantes, José Paulo de Andrade deixará um legado indiscutível, um vazio enorme e muitas saudades”, diz a nota.

Milton Neves, colega de rádio, também homenageou o radialista: “Zé Paulo fez TV e tudo no rádio: narrou, foi repórter volante, comentarista e grande analista político. Obrigado por tudo, Zé Paulo!”.

Outros jornalistas e amigos de José Paulo, como Ricardo Capriotti, Guga Chacra e Mílton Jung, lamentaram o falecimento do locutor. João Doria, governador de São Paulo, disse que o país “perdeu um brasileiro apaixonado e o jornalismo uma de suas principais vozes”. O ex-presidente Lula acrescentou: “Infelizmente, o covid-19, essa doença terrível tratada com descaso por alguns, nos levou mais um brasileiro”.

O São Paulo, clube para o qual Andrade declaradamente torcia, também divulgou uma nota nas redes sociais. “Com imenso pesar, o São Paulo FC lamenta a morte do são-paulino José Paulo de Andrade, ícone do jornalismo e do rádio, que liderou a comunicação do nosso clube na década de 90. Nossas condolências e solidariedade aos familiares e amigos do respeitadíssimo profissional”, publicou o clube em seu perfil oficial do Twitter.

Informações sobre o coronavírus:

- Clique para seguir a cobertura em tempo real, minuto a minuto, da crise da Covid-19;

- O mapa do coronavírus no Brasil e no mundo: assim crescem os casos dia a dia, país por país;

- O que fazer para se proteger? Perguntas e respostas sobre o coronavírus;

- Guia para viver com uma pessoa infectada pelo coronavírus;

- Clique para assinar a newsletter e seguir a cobertura diária.

Mais informações