Marta e Cristiane marcam, mas Brasil leva virada e perde para a Austrália na Copa do Mundo feminina

A seleção de Vadão abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas sucumbiu ao ataque australiano na etapa final

Australianas comemoram gol contra o Brasil.
Australianas comemoram gol contra o Brasil.Michael Regan (Getty Images)
Mais informações
O Brasil abraça a seleção feminina
Ser mãe ou jogar futebol, o dilema das mulheres que vivem da bola
Um discreto fenômeno chamado Miraildes

De virada, a Austrália venceu o Brasil nesta quinta-feira, no Stade de la Mosson, em Montpellier, pela segunda rodada do grupo C da Copa do Mundo feminina da França. MartaCristiane abriram vantagem no primeiro tempo, mas Foord, Logarzo e Mônica (contra) viraram para 3 a 2. Com a liderança da chave pela vitória na estreia, as brasileiras escolheram uma postura mais defensiva, apostando na velocidade do contra-ataque pelas laterais no primeiro tempo. Foi assim que, aos 27 minutos, Tamires cruzou, Letícia Santos dominou na área e foi puxada pela australiana: pênalti. Marta, que voltou de lesão, converteu e abriu o placar, se tornando a maior artilheira de Mundiais e a única a marcar em cinco Copas do Mundo diferentes, entre homens e mulheres. Novamente pela esquerda, dez minutos depois, Debinha recebeu e cruzou no segundo pau, onde Cristiane subiu mais que a zaga para ampliar. A pressão australiana, que teve mais posse de bola na etapa inicial, só deu resultado dois minutos antes do intervalo, quando Kerr desviou cruzamento pela esquerda e Foord chegou completando para o gol, sem chances para a goleira Bárbara.

Logo no intervalo, o treinador Vadão tirou Marta por questões físicas e escolheu substituir Formiga, que tinha cartão, para colocar Ludmila e Luana. Sem sua maior referência no meio-campo, a seleção sucumbiu à pressão australiana. Aos 12 minutos. Logarzo bateu forte de fora da área, Kerr fez o corta luz e a bola entrou no canto da goleira Bárbara. Dez minutos depois, Kerr foi lançada na área, mas a zagueira Mônica se antecipou e desviou de cabeça para trás, marcando gol contra. A auxiliar havia marcado impedimento, mas a árbitra, depois de consultar o VAR, decidiu que a australiana não interferiu no gol contra da brasileira. Satisfeita com a vitória, a Austrália se fechou e não permitiu a reação do time brasileiro; somente nos acréscimos, Andressa Alves foi derrubada por australiana dentro da área, mas desta vez o árbitro de vídeo não optou por chamar a atenção da árbitra em campo. Com as seleções empatadas com três pontos, a definição do grupo C ficou para a última rodada, quando o Brasil enfrenta a Itália e a Austrália pega a Jamaica.

Veja como contamos Brasil x Austrália pela Copa do Mundo:

Diogo Magri
Encerramos por aqui a cobertura de Brasil 2 x 3 Austrália, pela segunda rodada do grupo C da Copa do Mundo feminina. Obrigado pela cobertura e até a próxima!
Diogo Magri
Diogo Magri
Logarzo, meia da Austrália, foi eleita a melhor da partida.
Diogo Magri
Diogo Magri
As brasileiras enfrentam a Itália na próxima terça-feira, dia 18, às 16h (horário de Brasília). Formiga, suspensa, é desfalque certo.
Diogo Magri
Diogo Magri
Amanhã, a Itália, outra seleção do grupo C, deve vencer a limitada Jamaica e pular para a liderança, com seis pontos. Então, a definição fica para a última rodada, que tem Brasil x Itália e Austrália x Jamaica.
Diogo Magri
Diogo Magri
Com o gol de pênalti, Marta chegou a 16 gols na história das Copas, igualando o recorde do alemão Miroslav Klose. A brasileira também se tornou a única, entre homens e mulheres, a marcar em cinco edições diferentes de Mundial. Foto: AP
Diogo Magri
Diogo Magri
O VAR foi determinante no jogo de hoje. Foi através da tecnologia que a árbitra viu que Kerr, mesmo impedida, não participou do terceiro gol. Por outro lado, o mesmo VAR ignorou um pênalti claro em cima de Andressa Alves nos acréscimos do segundo tempo.
Diogo Magri
Diogo Magri
Três gols em 20 minutos para as australianas.
Diogo Magri
Diogo Magri
"A gente deu uma desligada com a troca das meninas [Marta e Cristiane]. Não pode acontecer quando está vencendo por 2 a 0. Tinha que ter mantido", reclamou Cristiane na saída do jogo.
Diogo Magri
Diogo Magri
Marta, na zona mista, reclama do pênalti não marcado nos acréscimos. Em cruzamento, Andressa Alves foi agarrada e levada ao chão por australiana dentro da área, mas o VAR ignorou o lance. "Fomos muito prejudicadas".
Diogo Magri
Diogo Magri
No intervalo, Vadão tirou Marta pela lesão recente e Formiga, porque estava com cartão amarelo. Sem a jogadora mais experiente da seleção, o meio-campo ficou defasado e o Brasil não suportou o ímpeto australiano e tomou dois gols no segundo tempo.
Diogo Magri
Diogo Magri
A seleção fez um ótimo primeiro tempo contra a Austrália, bem defensivamente, e abriu 2 a 0 com o talento de Marta e Cristiane. Nos acréscimos, Foord diminuiu, com um gol que ressuscitou as australianas dentro da partida.
Diogo Magri
Diogo Magri
Fim de jogo! De virada, o Brasil perdeu para a Austrália por 3 a 2.
Diogo Magri
Diogo Magri
48 minutos. Austrália fez a última mudança: Roestbakken no lugar de Foord.
Diogo Magri
Diogo Magri
47 minutos. VAR escolheu não pedir para que a árbitra revise um possível pênalti para o Brasil. Replay mostra falta dentro da área em cima de Bia.
Diogo Magri
Diogo Magri
46 minutos. Bia chegou livre cabeceando dentro da área, mas desviou para fora!
Diogo Magri
Diogo Magri
45 minutos. Cinco de acréscimo.
Diogo Magri
Diogo Magri
41 minutos. Outra falta sem bola, agora de Luana. Cartão amarelo para a volante.
Diogo Magri
Diogo Magri
39 minutos. Andressa Alves deixa a mão no rosto de australiana sem a bola e leva cartão amarelo.
Diogo Magri
Diogo Magri
37 minutos. Desde que Vadão tirou Formiga, já no intervalo, o meio-campo do Brasil sumiu. Luana entrou muito mal no lugar da volante experiente, que estava pendurada com cartão amarelo.
Diogo Magri
Diogo Magri
33 minutos. As posturas se invertem: o Brasil marca a saída de bola e procura espaços na defesa australiana, enquanto as adversárias se concentram em tentar matar o jogo no contra-ataque.
Diogo Magri

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS