UEFA Champions League

Liverpool remonta de forma épica contra o Barcelona e volta à final da Champions League

Sem Salah e Firmino, ingleses tiveram noite mágica em Anfield e golearam os espanhóis por 4 a 0

Wijnaldum, Alexander-Arnold e Henderson comemoram gol do Liverpool.
Wijnaldum, Alexander-Arnold e Henderson comemoram gol do Liverpool.Dave Thompson (AP)

Mais informações

Liverpool fez, outra vez, história na UEFA Champions League. Depois de perder a partida de ida por 3 a 0 na Espanha, a equipe inglesa se superou e, mesmo sem as estrelas Salah e Firmino, goleou o Barcelona por 4 a 0 nesta terça-feira, no estádio Anfield Road. Origi e Wijnaldum marcaram duas vezes cada e devolveram os Reds para a final da Champions um ano após o vice-campeonato da temporada passada. Em um primeiro tempo frenético, os donos da casa começaram em um ritmo alucinante: logo aos seis minutos, Henderson perdeu um gol dentro da área mas Origi, no rebote, abriu o placar. O gol animou a torcida e o time, que passou boa parte da etapa inicial pressionando o Barça e atrapalhando a saída de bola catalã. Os visitantes só conseguiram tranquilizar o jogo quando Messi achou contra-ataques e assustou a zaga inglesa. Alisson fez ao menos três grandes defesas, que ajudaram o Liverpool a chegar no intervalo com o 1 a 0 a favor.

Com um pique parecido, o Liverpool iniciou o segundo tempo atrás dos dois gols, com uma diferença: lesionado, Robertson deu lugar a Wijnaldum. Após 11 minutos em campo, o holandês já tinha marcado duas vezes; a primeira, completando cruzamento rasteiro de Alexander-Arnold da direita e, a segunda, marcando de cabeça após levantamento de Shaqiri pela esquerda. O 3 a 0 era o suficiente para levar o confronto para a prorrogação, mas o jogo tinha mudado; Messi e Suárez, que incomodavam a defesa na primeira etapa, não tocavam mais na bola. Até que, 20 minutos após o terceiro gol, Arnold percebeu a distração da zaga catalã, bateu escanteio rápido e Origi, livre, só precisou deslocar Ter Stegen para fazer 4 a 0.

Com a épica goleada a favor, o Liverpool resistiu até os minutos finais e viu Anfield explodir com o apito do árbitro. O resultado dá uma nova chance para o time de Jurgen Klopp ser campeão europeu, um ano após perder a final para o Real Madrid. A decisão, marcada para o dia 1 de junho em Madri, será contra o vencedor da outra semifinal, entre Tottenham e Ajax.

Veja como contamos Liverpool x Barcelona: