Seleccione Edição
Login

Encontrado na Grécia o trecho mais antigo que se conhece da ‘Odisseia’

Placa de argila com o texto foi descoberta em Olímpia, berço dos Jogos Olímpicos da Antiguidade

La Odisea extracto
Versos da 'Odisseia' de Homero em placa de argila.

Uma equipe de pesquisadores descobriu na Grécia o que se acredita ser o fragmento mais antigo do poema épico de Homero, Odisseia. Os especialistas (de nacionalidades grega e alemã) encontraram o texto gravado em uma placa de barro no sítio arqueológico de Olímpia, berço dos Jogos Olímpicos, situado na península do Peloponeso, segundo informa o Ministério da Cultura da Grécia.

No trecho, com 13 versos, o herói Odisseu dirige-se ao amigo Eumeu. Estimativas preliminares indicam que a peça pode datar do período romano, provavelmente antes do século III d.C. “Trata-se uma descoberta arqueológica, epigráfica, literária e histórica”, declarou o ministério grego. O texto homérico mais antigo que se conhece é a versão de Aristarco da Samotrácia (século II a.C.).

A Odisseia conta a história de Odisseu (ou Ulisses), rei de Ítaca, que viaja durante dez anos tentando voltar para casa após a queda de Troia. Primeiro transmitido oralmente, a epopeia atribuída a Homero, que compôs a Ilíada e esta obra por volta do final do século VIII a.C., foi transcrita antes da era cristã em pergaminhos dos quais restam apenas fragmentos encontrados no Egito.

A descoberta foi feita no âmbito da pesquisa geoarqueológica O sítio multidimensional de Olímpia, que há três anos reúne especialistas gregos e alemães no estudo desse sítio arqueológico.

MAIS INFORMAÇÕES