Bélgica não perdoa falhas e elimina o Brasil da Copa

Após gol contra e vacilo em contra-ataque no primeiro tempo, seleção brasileira cai nas quartas de final. Belgas pegam a França na semifinal

Fernandinho lamenta eliminação brasileira para a Bélgica.
Fernandinho lamenta eliminação brasileira para a Bélgica.GLEB GARANICH (Reuters)
Mais informações

O Brasil foi derrotado por 2 a 1 pela Bélgica nesta sexta-feira, em Kazan, e está eliminado da Copa do Mundo Rússia 2018. Na semifinal, os belgas, invictos há 23 jogos, enfrentarão a França, que venceu o Uruguai em Nizhny Novgorod. Na etapa inicial, apesar da seleção ter ensaiado uma pressão em jogadas de bola na área, os belgas abriram dois gols de vantagem. O primeiro, contra, de Fernandinho, e o segundo com De Bruyne, aproveitando contra-ataque puxado por Lukaku e a inesperada desorganização da então melhor defesa do Mundial.

Com uma abordagem mais conservadora, o técnico Roberto Martínez surpreendeu ao barrar Mertens e Carrasco e lançar Fellaini e Chadli entre os titulares, aumentando ainda mais a estatura do time e protegendo os zagueiros. Por outro lado, Tite apostou na volta de Marcelo pela esquerda. Para a vaga de Casemiro, suspenso, o treinador optou por Fernandinho. Logo nos primeiros minutos, a ausência do volante do Real Madrid se mostrou determinante para o colapso do sistema defensivo brasileiro. Além do gol contra, Fernandinho abandonava seu posto com frequência e concedia espaços aos contragolpes belgas. Em um deles, De Bruyne, seu companheiro de Manchester City, não perdoou.

No segundo tempo, em desvantagem no placar, a seleção voltou com Firmino no lugar de Willian. Ao contrário da vitória contra o México, o meia-atacante pouco produziu. Neymar e Philippe Coutinho também estiveram abaixo em relação a outros jogos, assim como Gabriel Jesus, que terminou a Copa sem marcar nenhum gol. O Brasil chegou a reclamar de dois pênaltis, mas não foi dessa vez que o árbitro de vídeo deu uma forcinha para compensar a falta de inspiração no ataque. Correndo atrás do prejuízo, a equipe de Tite teve mais posse de bola e o triplo de finalizações (26 a 8), exigiu pelo menos duas boas defesas de Courtois, mas só conseguiu marcar aos 30 minutos com Renato Augusto – que substituiu Paulinho –, de cabeça, após cruzamento de Coutinho. Somadas à suspensão de Casemiro, as falhas custaram caro a um time que se notabilizava pela regularidade e solidez na defesa.

Coroando o grande potencial de sua geração de ouro, a Bélgica tem, até aqui, uma campanha quase perfeita no Mundial, além do melhor ataque da competição: 14 gols. Destaque do time, o centroavante Lukaku marcou quatro vezes na Copa e deu a assistência para De Bruyne no segundo gol diante do Brasil. O encontro com a França promete um embate à altura das seleções mais jovens e promissoras desta Copa.

Veja como contamos Brasil x Bélgica, minuto a minuto:

Diogo Magri
Obrigado pela companhia e até a próxima!
Diogo Magri
Diogo Magri
Encerramos por aqui a cobertura da eliminação do Brasil na Copa do Mundo. A seleção adia o hexa para 2022 depois de perder a Bélgica nas quartas de final, por 2 a 1, gols de Fernandinho (contra), De Bruyne e Renato Augusto.
Diogo Magri
Diogo Magri
Contra os franceses, a Bélgica precisa tomar cuidado; afinal, os carrascos do Brasil costumam sofrer com uma maldição. http://cort.as/-7tt7
Diogo Magri
Diogo Magri
Mais cedo, a França eliminou o Uruguai vencendo por 2 a 0, gols de Varane e Griezmann. http://cort.as/-7tF9
Diogo Magri
Diogo Magri
Apenas com europeus, uma semifinal da Copa já está decidida: França x Bélgica, na próxima terça-feira (dia 10), às 15h (horário de Brasília). Amanhã, dois jogos: Inglaterra x Suécia (11h) e Rússia x Croácia (15h).
Diogo Magri
Diogo Magri
Encerrada a última entrevista coletiva do treinador Tite na Copa do Mundo da Rússia.
Diogo Magri
Diogo Magri
Sobre os problemas físicos da seleção, Tite disse que Neymar voltou no ápice de sua condição física antes do jogo contra o México. "O Fred teve uma pancada e não conseguiu sua recuperação total. Mas a equipe voou e o aspecto físico não determinou a derrota".
Diogo Magri
Diogo Magri
"O Brasil tem uma ideia de futebol que é clara. Somos uma das equipes que menos sofreu finalizações. Talvez tenha faltado competência de nós [comissão técnica] em algum momento, mas fizemos o possível. Orgulho do trabalho, mas sentimento de derrota", afirma Tite. Foto: EFE
Diogo Magri
Diogo Magri
"Um grande jogo, uma grande equipe. Mas o aleatório foi duro demais conosco hoje", responde Tite quando perguntado sobre os dois gols perdidos do Brasil antes de Fernandinho marcar contra.
Diogo Magri
Diogo Magri
"O futebol tem o fator aleatório, mas não gosto de falar em sorte. É uma maneira educada de desprezar a competência. Não acredito; Courtois não teve sorte, ele foi muito bem", responde Tite, reforçando que a Bélgica foi muito eficiente. Foto: AFP
Diogo Magri
Diogo Magri
"Tivemos dois terços do jogo na nossa mão. O time querendo buscar o 2 a 0 atrás com equilíbrio emocional", diz Tite.
Diogo Magri
Diogo Magri
Tite afirma que tem o discernimento de dizer que foi um grande jogo, com duas equipes com muita qualidade técnica. "Se você não está envolvido emocionalmente, vai ver que foi um grande espetáculo".
Diogo Magri
Diogo Magri
"Para mim, o Courtois fez a diferença. Uma noite iluminada. Quanto à arbitragem, só gostaria de ter visto o VAR no lance do Gabriel, mais nada", afirma o treinador. Foto: EFE
Diogo Magri
Diogo Magri
"Não é apropriado falar de futuro agora", responde Tite no início da sua entrevista coletiva.
Diogo Magri
Diogo Magri
Meia brilhou com belo gol em Kazan, o segundo dos belgas.
Diogo Magri
Diogo Magri
Tristeza dos brasileiros em Kazan.
Diogo Magri
Diogo Magri
Já os belgas elegeram o goleiro Courtois como o melhor do jogo. O camisa 1 defendeu oito chutes brasileiros no gol durante a partida de hoje.
Diogo Magri
Diogo Magri
O meia Kevin De Bruyne foi eleito o melhor da partida.
Diogo Magri
Diogo Magri
"Criamos, mas o gol não saiu. É um dia triste", fala Renato Augusto. "É natural que os erros [de passe] aconteçam quando você força para buscar o gol".
Diogo Magri
Diogo Magri
"Tentamos até o final e perdemos para uma grande equipe, que soube aproveitar as oportunidades. O grupo é batalhador, jovem e tem condições de ganhar o próximo Mundial", afirma o capitão Miranda na saída do campo.
Diogo Magri

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
Logo elpais

Você não pode ler mais textos gratuitos este mês.

Assine para continuar lendo

Aproveite o acesso ilimitado com a sua assinatura

ASSINAR

Já sou assinante

Se quiser acompanhar todas as notícias sem limite, assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$
Assine agora
Siga-nos em: