Tultepec

Pelo menos 24 pessoas morrem em uma explosão em Tultepec

Detonações voltam a chamar a atenção para um problema recorrente em um dos principais locais da pirotecnia no México

A tragédia se repete em Tultepec. Pelo menos 24 pessoas, entre elas bombeiros e policiais, morreram nesta quinta-feira em duas explosões ocorridas em um mercado de fogos de artifício no município do Estado do México, centro do país, segundo informações do Governo estadual. A Secretaria de Segurança anunciou a mobilização de 300 agentes na área e calcula-se que existam por volta de 49 feridos.

As explosões ocorreram antes do meio-dia na área de La Saucera, 40 quilômetros ao norte da capital mexicana. As autoridades informaram sobre a explosão de um paiol que matou 12 pessoas. Menos de uma hora depois o número de mortes chegou a 19. A mobilização de segurança inclui um helicóptero e 120 unidades de três municípios próximos para atender à emergência. Todos os feridos foram levados a diversos hospitais da região.

Mais informações

“Os secretários de Governo, Saúde e Segurança já estão em Tultepec coordenando os trabalhos das equipes de auxilio”, escreveu o governador Alfredo del Mazo em sua conta do Twitter. “Ordenei que deem toda a ajuda necessária à vítimas e aos familiares das 17 pessoas que lamentavelmente perderam a vida”, acrescentou Del Mazo, que chegou ao poder após as eleições locais do ano passado.

Tultepec, uma cidade de tamanho médio e que possui mais de 150.000 habitantes, chegou às manchetes da imprensa local e internacional pela quantidade de acidentes ocorridos nos últimos anos. O mais lembrado aconteceu em dezembro de 2016. A explosão de 300 toneladas de explosivos no conhecido mercado de fogos de artifício do município matou pelo menos 42 pessoas e deixou o dobro de feridos.

A tragédia comoveu o país, mas os habitantes se aferraram à pirotécnica, sua principal fonte de renda e o motivo das tradicionais comemorações em Tultepec no mês de março. Três meses depois uma nova explosão deixou quatro mortos e abalou a localidade às vésperas da competição anual de fogos de artifício.

Em 6 de junho, uma explosão em uma fábrica clandestina de fogos de artifício deixou quatro mortos, nove feridos e 23 casas danificadas. Em 25 de junho, outra pessoa morreu e seis ficaram feridas em explosões ocorridas em um depósito e duas fábricas de fogos. Essa é a terceira explosão com vítimas fatais registrada no mesmo município em menos de um mês.

A Cruz Vermelha do Estado do México detalhou em sua conta do Twitter que entre as vítimas estão “bombeiros e policiais que deram suas vidas para salvar muitas outras, cumprindo com seu dever no incidente”. No local continuam os trabalhos dos bombeiros e das equipes de proteção civil, que procuram entre os escombros a existência de outras vítimas.

O mais visto em ...Top 50