_
_
_
_

Esquerdista López Obrador é o novo presidente do México, aponta boca-de-urna

Adversários de líder do Partido Morena admitem derrota enquanto primeiros resultados lhe dão larga vantagem

Andrés Manuel Lopez Obrador, depois de votar neste domingo.
Andrés Manuel Lopez Obrador, depois de votar neste domingo.ALEXANDRE MENEGHINI (REUTERS)
Mais informações
A tenacidade do esquerdista López Obrador
Turbinar crescimento e conter Trump: dois desafios do próximo presidente do México
A inevitável paz entre López Obrador e a elite empresarial mexicana

O México votou neste domingo para escolher um novo presidente em uma jornada histórica. Todas as pesquisas de boca-de-urna apontam que Andrés Manuel López Obrador, o esquerdista do Partido Morena, de 64 anos, chegou à presidência da segunda maior economia latino-americana para um mandato de seis anos.Foi a terceira disputa de Obrador, conhecido pela sigla AMLO. Trata-se de uma ainda incerta guinada à esquerda no país, no momento em que parte da América Latina elege opções mais conservadoras e em meio ao embate com a Casa Branca de Donald Trump. Os  principais concorrentes, Ricardo Anaya e o governista José Antonio Meade, já reconheceram a derrota na noite deste domingo enfrentados com a realidade dos levantamentos que davam até 20 pontos de vantagem para o líder social.

Neste domingo, 89,3 milhões de pessoas foram convocadas a votar encerrando uma campanha marcada pela violência, incluindo o extermínio de dezenas de candidatos, e pelos escândalos do partido governista PRI. Agora se inicia uma arrastada transição, já que o eleito só assume o poder em dezembro.

Além do presidente, os mexicanos elegeram neste domingo 500 deputados e 128 senadores. Também estavam em jogo 9 dos 32 Estados do país, entre eles os estratégicos Cidade do México, Jalisco e Veracruz, três das entidades mais povoadas. Mais de 1.600 prefeituras também foram renovadas.

Acompanhe a apuração em tempo real a cobertura dos correspondentes do EL PAÍS na Cidade do México (em espanhol).

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
_
_