Seleccione Edição
Login

Hubert de Givenchy, ícone da moda francesa, morre aos 91 anos

Estilista, fundador da grife de homônima, ficou famoso ao criar os vestidos de Audrey Hepburn

Givenchy
O estilista francês Hubert de Givenchy, em 2014 no Thyssen (Madri).

Hubert de Givenchy, estilista francês famoso pela criação da grife que leva seu nome, morreu no sábado, 10 de março, aos 91 anos. O designer, um dos maiores nomes da alta-costura mundial, tornou-se famoso ao criar as roupas de alguns dos filmes protagonizados pela atriz norte-americana Audrey Hepburn —de quem era fã e chegou a afirmar que lhe mudou a vida—, entre eles o icônico vestido preto usado na abertura do filme Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany's, de 1961).

A morte de Givenchy foi anunciada nesta segunda-feira, 12 de março, pelo também estilista Philippe Venet. "Monsieur de Givenchy morreu enquanto dormia no sábado, 10 de março de 2018. Seus sobrinhos e sobrinhas e seus filhos compartilham sua dor", informou, em nota, seu colega. De acordo com o comunicado, o funeral do costureiro francês será privado.

Givenchy
O estilista francês Hubert de Givenchy, 91, com Audrey Hepburn, nos anos 1980.

Além dos vestidos de Audrey Hepburn, Givenchy também assina o vestuário de Fred Astaire em Cinderela em Paris (1957), que também contava com a atriz no elenco, e desenhou a famosa máscara usada por Hepburn em Como Roubar Um Milhão de Dólares (1966).

Hubert de Givenchy é considerado uma das maiores referências da alta-costura francesa, símbolo da elegância parisiense durante mais de meio século. Em 2017, seu trabalho em parceria com Audrey Hepburn foi tema de uma grande exposição em sua homenagem no norte da França.

Givenchy posa em frente a alguma de suas obras em uma exposição em sua homenagem em 2016.
Givenchy posa em frente a alguma de suas obras em uma exposição em sua homenagem em 2016. AFP

MAIS INFORMAÇÕES