O café da manhã na Tiffany já está disponível e não apenas para a Bonequinha de Luxo

A rede de joalherias inaugura um café em sua icônica loja da Quinta Avenida de Nova York que deu nome ao famoso filme

A loja da Tiffany em Nova York.
A loja da Tiffany em Nova York.

Mais informações

Há poucas cenas do cinema tão glamorosas como a interpretada por Audrey Hepburn no início de Bonequinha de Luxo. Nela se vê a atriz descendo de madrugada de um táxi amarelo na Quinta Avenida, com um vestido preto justo, luvas e um colar de pérolas descansando sobre os ombros. Aproxima-se da vitrine da joalheria Tiffany sem tirar os óculos de sol e retira um croissant de um pequeno saco de papel.

A partir desta sexta-feira já será possível tomar o café da manhã entre diamantes dentro da Tiffany. A rede inaugura seu primeiro restaurante na icônica loja que está ao lado da Trump tower. Chama-se The Blue Box Café e fica no quarto andar, decorada com o azul característico da empresa. Nesse patamar se encontram os artigos para casa e acessórios. “É a janela para a nova Tiffany”, explica Reed Krakoff, diretor artístico.

Audrey Hepburn em uma cena do filme ‘ Bonequinha de Luxo'.
Audrey Hepburn em uma cena do filme ‘ Bonequinha de Luxo'.GTRESONLINE

É na realidade um experimento para atrair clientes. A Tiffany, como outras redes no ramo varejista, tem um enorme problema de fluxo de visitantes que afeta suas contas. As novas gerações não demonstram tanto interesse pelas joias porque preferem gastar o dinheiro na experiência do momento mais do que em algo que vão usar somente em uma ocasião especial. A Apple, por exemplo, já fala de suas lojas como se fossem praças.

O local oferece um café da manhã ao qual a senhorita Holly Golightly não teria resistido. O menu para começar o dia inclui café ou chá, um croissant com Nutella, manteiga de mel, geleia, frutas da temporada, ovos trufados, waffles e salmão defumado, e custa 29 dólares (95 reais). O almoço sai por 39 dólares (128 reais). A seleção de doces e chás vale 49 dólares (160 reais). As opções mudam conforme a época. Também há uma carta que inclui torradas com abacate para veganos.

Do restaurante se vê o Central Park, que fica a apenas duas ruas da loja. Trata-se do primeiro grande projeto de Krakoff desde que assumiu a direção artística da empresa em janeiro, para renovar sua imagem. “O novo espaço busca criar uma experiência moderna de luxo”, diz, consciente de que a Tiffany, conhecida no mundo todo pela simplicidade de seu design, é na realidade um estilo de vida.