Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Roteiro que Audrey Hepburn usou em ‘Bonequinha de Luxo’ é vendido por 2,7 milhões de reais

Peça obteve o maior valor no leilão de objetos pessoais da atriz, estabelecendo um novo recorde mundial

Funcionária da Christie’s segura o roteiro de 'Bonequinha de Luxo'
Funcionária da Christie’s segura o roteiro de 'Bonequinha de Luxo'

O leilão de objetos pessoais da atriz Audrey Hepburn (1929-1993) arrecadou o equivalente a 19,87 milhões de reais na sua primeira jornada, nesta quarta-feira, em Londres. Um total de 500 lotes de objetos da artista, um ícone da moda e da elegância, foram postos à venda na casa Christie’s de Londres. Entre as pérolas da coleção privada da britânica nascida na Bélgica, protagonista de filmes inesquecíveis como Sabrina, A Princesa e o Plebeu e Uma Cruz à Beira do Abismo, estava o roteiro que ela usou na rodagem do filme Bonequinha de Luxo, uma comédia romântica de 1961 baseada no livro homônimo do escritor norte-americano Truman Capote. O texto, que consta de 140 páginas e conserva notas manuscritas da atriz em azul e cenas inéditas, foi vendido pelo equivalente a 2,7 milhões de reais, o valor mais alto deste leilão e um recorde mundial para originais de roteiros cinematográficos, segundo a Christie’s.

Outros objetos incorporados ao leilão incluem o roteiro que Hepburn usou em Guerra e Paz (1956), baseado no romance homônimo do russo Lev Tolstói, que foi arrematado pelo equivalente a 240.120 reais. O texto tem 309 páginas e contém, como no caso de Bonequinha de Luxo, notas pessoais da própria atriz.

Alguns dos modelos de Audrey Hepburn ampliar foto
Alguns dos modelos de Audrey Hepburn AFP

Seus objetos foram postos à venda pelos filhos da atriz, que morreu de câncer em 1993, aos 63 anos. O diretor do departamento de coleções privadas da Christie’s, Adrian Hume-Sayer, se disse impressionado com o interesse que essa coleção pessoal despertou. “Ficamos muito contentes.”

No leilão também foi vendida uma coleção de fotos tiradas em 1953 durante a filmagem de A Princesa e o Plebeu, filme que deu a Hepburn o Oscar de melhor atriz principal. O conjunto alcançou um valor equivalente a 374.000 reais, bem acima do lance mínimo estipulado, que era de aproximadamente 26.250 reais. Outro jogo de 33 imagens tiradas pelo fotógrafo italiano Pierluigi Praturlon durante a filmagem de Guerra e Paz foi arrematado por 117.500 reais, enquanto um estojo dourado de batom, decorado com uma safira, saiu por 240.400 reais.

Audrey Hepburn em ‘Bonequinha de Luxo’ (1961) ampliar foto
Audrey Hepburn em ‘Bonequinha de Luxo’ (1961)

Os demais lotes permanecerão à venda na Internet, com lances abertos até 4 de outubro. Com a primeira jornada do leilão, ficou claro que a admiração e fascínio por Audrey Hepburn continuam tão vivos como sempre.

MAIS INFORMAÇÕES