Joaquín Reis

Humorista confundido com líder foragido da Catalunha mobiliza polícia espanhola

Agentes foram “diligentemente” a parque onde Joaquín Reyes gravava esquete como Puigdemont

Joaquín Reis caracterizado como Carles Puigdemont.
Joaquín Reis caracterizado como Carles Puigdemont.

Mais informações

Seis agentes da Polícia Nacional compareceram na manhã desta quinta-feira a um parque da Grande Madri onde o comediante Joaquín Reyes gravava um quadro humorístico caracterizado como Carles Puigdemont, o ex-presidente do Governo regional catalão que se encontra foragido em Bruxelas. A semelhança do ator com o político catalão era tamanha que um morador da localidade de Torrejón de Ardoz chamou a polícia denunciando que Puigdemont se encontrava naquele momento no Parque Europa, cenário da gravação para o programa El Intermedio, do canal La Sexta, que irá ao ar na próxima segunda-feira, dia 26.

“Já estávamos gravando fazia um bom tempo quando chegaram seis policiais”, contou Reyes ao EL PAÍS. “Não chegaram correndo, mas sim diligentes. Aproximaram-se de mim e quando lhes disse que era Joaquín Reyes começaram a rir e foram embora. Também perceberam que havia gente da produtora e toda a equipe técnica”, acrescentou o humorista, que se mostrou surpreso com a verossimilhança da sua caracterização como Puigdemont, a ponto de confundir um transeunte.

Joaquín Reis caracterizado como Puigdemont durante a gravação no Parque Europa, em Madri.
Joaquín Reis caracterizado como Puigdemont durante a gravação no Parque Europa, em Madri.

Depois do cômico mal-entendido, os agentes deixaram o parque e a gravação prosseguiu normalmente. Mas, quando o humorista e a equipe concluíram seu trabalho e saíram do Parque Europa em seu veículo, Reyes percebeu que um carro da Guarda Civil o seguia. “No começo me assustei um pouco, mas depois foram embora por outro lado”, relatou.

Segundo um porta-voz da Polícia Nacional, um veículo com dois agentes foi mobilizado até o local depois que um morador denunciou pelo telefone sobre a presença no parque de um indivíduo que se parecia com Puigdemont e que carregava uma bandeira independentista catalã. Ao chegar ao local, os policiais comprovaram pela presença das câmeras que não se tratava do ex-presidente da Generalitat, e sim da gravação de um programa de televisão. Essas fontes disseram que em nenhum momento os policiais pediram a identificação dos atores nem dos técnicos que ali trabalham, pois já era evidente que não se tratava de Puigdemont. “Quando se recebe uma chamada desse tipo sempre é preciso fazer uma comprovação”, acrescentaram.

Reyes é colaborador constante do programa diário do apresentador conhecido como El Gran Wyoming, com um quadro onde imita diferentes personagens da atualidade. Em episódios anteriores do quadro Zanguangos ele já se caracterizou como a prefeita de Madri, Manuela Carmena, como a vice-presidenta do Governo espanhol, Soraya Sáenz de Santamaría, e como o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Joaquín Reyes, de 43 anos, protagoniza atualmente a série Cuerpo de Élite, no canal Antena 3. Além disso, foi o último apresentador da cerimônia dos Prêmios Goya neste ano, junto com seu colega e também humorista Ernesto Sevilla.

Os comediantes Ernesto Sevilla e Joaquín Reyes antes da cerimônia dos Prêmios Goya 2018
Os comediantes Ernesto Sevilla e Joaquín Reyes antes da cerimônia dos Prêmios Goya 2018CARLOS ALVAREZ (GETTY IMAGES)

Puigdemont fugiu para Bruxelas depois de ser destituído da chefia do Governo regional e se tornar alvo de um mandado de prisão da Justiça espanhola, por ser um dos promotores do referendo ilegal de independência da Catalunha em 1º. de outubro.