Bitcoin

Por que você pode perder todos os seus bitcoins ao mudar de computador

Senhas estão atreladas às criptomoedas, com as quais se deve ter cautela por sua alta volatilidade

José Luis Cáceres, na terça-feira, dia 12, em seu laboratório de projetos de blockchain e bitcoin em Madri
José Luis Cáceres, na terça-feira, dia 12, em seu laboratório de projetos de blockchain e bitcoin em MadriCARLOS ROSILLO

Félix Brezo já se conformou com a ideia de que jamais recuperará os 6.630 dólares que perdeu não sabe muito bem onde. Na verdade, ele jamais teve esse dinheiro no bolso. O que esse programador tinha há cinco anos, na verdade, eram 39 centavos de bitcoins, algo que então não valia mais de dois dólares, mas que nos últimos meses disparou. Brezo decidiu então proteger a senha de acesso a sua porção mínima de criptomoeda. Mas depois de tantos anos tinha esquecido a senha que escolheu. E, no mundo dos recursos digitais, sem senha não há dinheiro. Mais grave é o caso de James Howells, um galês que em 2013 perdeu o disco rígido onde tinha gravada a senha de acesso a seus 7.500 bitcoins. São, no câmbio atual, 127 milhões de dólares (mais de 380 milhões de reais) que foram pelo ralo. Howells ofereceu uma recompensa a quem o ajudar a encontrar o velho computador que por engano acabou em um lixão. Até agora, sem sucesso.

MAIS INFORMAÇÕES

São dois exemplos dos riscos inerentes à febre do bitcoin, que disparou vertiginosamente na segunda metade do ano, quando sua cotação que em fevereiro valia 1.000 dólares passou a 4.000 em agosto, 6.000 em outubro e agora ultrapassa os 17.000. Ao mesmo tempo em que aumenta a paixão por esse novo ouro da era digital, aumentam as dúvidas sobre seu uso e os alarmes em torno de sua segurança. A seguir algumas respostas para quem desejar se iniciar no mundo das criptomoedas... e não correr riscos demais.

Como compro um bitcoin?

De início, é preciso ter o cofre digital. Para isso, bastam alguns segundos para baixar um aplicativo. Entre os mais conhecidos estão Mycelium ou blockchain.info. Baixar esses apps equivale à porta de entrada do bitcoin. Também é possível comprar recursos digitais diretamente abrindo uma conta em casas de câmbio como Coinbase.

O bitcoin disparou. Eu também deveria investir?

Todos os especialistas concordam em propor cautela máxima. O bitcoin é uma moeda digital extremamente volátil e tanto pode aumentar loucamente como despencar. É verdade que até agora só aumentou, mas ninguém garante que isso continue assim. Um bom conselho seria investir em bitcoins apenas o dinheiro que se esteja disposto a perder. Entre outros muitos especialistas, a maior gestora do mundo, Blackrock, também acaba de fazer essa recomendação. “Quem investir em bitcoins deve estar preparado para perder tudo”, disse o estrategista global da empresa. Notícias como o aumento de investidores ávidos por lucro rápido que estão hipotecando tudo para comprar criptomoedas fazem pensar em uma bolha que só pode acabar mal. “O que vivemos me lembra o período anterior à bolha das ponto.com. É muito possível que acabe estourando. Mas o blockchain, a tecnologia que sustenta o bitcoin, continuará, assim como a Internet continuou depois do estouro da bolha das ponto.com”, afirma José Luis Cáceres, presidente do laboratório de ideias de transformação digital NWC10.

Quais são os riscos?

O investidor que se proponha a comprar bitcoins deve saber que está entrando em um mercado extremamente volátil sobre o qual poucos investidores conseguem influir. A Bloomberg calcula que apenas 1.000 pessoas controlem 40% do mercado. São as chamadas baleias, os investidores com grande quantidade de bitcoins. A Bulgária se tornou uma dessas baleias. O país, que é o mais pobre da UE, guarda 210.000 bitcoins. Se vendesse essa moeda no câmbio atual, receberia automaticamente mais de 3,5 bilhões de euros (cerca de 13,3 bilhões de reais), equivalentes a 13% de sua dívida pública. Um passo que teria importantes efeitos no mercado. “Um desses grandes investidores pode derrubar os preços. Um risco do bitcoin é que é completamente desregulamentado”, afirma Brezo, analista de segurança da ElevenPaths, empresa da Telefónica. A SEC, o regulador do mercado de ações dos EUA, acaba de alertar os pequenos investidores que o nível de proteção nesse mercado é muito mais baixo do que nos tradicionais, o que gera “grandes oportunidades para a fraude e a manipulação”.

Vai continuar subindo ou explodirá logo?

O mundo inteiro gostaria de saber a resposta. Diante dos que alertam para um estouro próximo da bolha, seus defensores acreditam que a moeda virtual tem ainda muita margem para alta. “O bitcoin já teve momentos de queda, mas acredito que só deva subir. A moeda tem cada vez mais usos e muitos Governos estão fazendo investimentos fortes em bitcoins. Tudo isso significa ainda muito crescimento”, afirma Leif Ferreira, fundador da casa de câmbio Bit2Me.

Arquivado Em: