Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Mais de 27.000 pessoas são evacuadas após um incêndio no sul da Califórnia

Chamas queimaram pelo menos 150 edificações e causaram a morte de uma pessoa em uma estrada interditada

As chamas do incêndio Thomas na madrugada.
As chamas do incêndio Thomas na madrugada. REUTERS

Um explosivo e feroz incêndio saiu do controle na madrugada de terça-feira no sul da Califórnia, causando a morte de pelo menos uma pessoa e obrigando a evacuação de outras 27.000. Em questão de horas as chamas passaram de 20 hectares a 12.500, e arrasaram 150 edificações nos arredores de Ventura.

O incêndio, chamado de “Thomas Fire”, começou de madrugada a 100 quilômetros a noroeste de Los Angeles, em Santa Paula. Levadas por rajadas de vento de até 80 quilômetros por hora, as chamas cavalgaram às margens do rio Santa Clara em direção à costa, onde cercaram Ventura, uma cidade de 100.000 habitantes. Centenas de bombeiros trabalharam sem descanso durante a noite, mas até agora não conseguiram neutralizar o avanço do fogo. Quatro helicópteros também participam das ações de emergência.

“As perspectivas para contê-lo não são boas. A Mãe Natureza irá decidir”, disse Mark Lorenzen, o chefe dos bombeiros do condado de Ventura em uma entrevista coletiva. Explicou também que a intensidade do fogo impediu suas equipes de chegarem ao local das chamas. As autoridades consideram que o Thomas, que já arrasou 12.500 hectares, queimará pelo menos 20.200 pela secura do terreno e o aumento dos ventos nas próximas horas.

Uma pessoa morreu um acidente de trânsito em uma das estradas interditadas pelo fogo quando tentava fugir. Mais de 26.000 pessoas ficaram sem eletricidade. Um enorme complexo de apartamentos ficou destroçado.

O incêndio Thomas ocorre no final do pior ano de incêndios da Califórnia. Em outubro, um fogo no norte do Estado provocou a morte de mais de 40 pessoas e a destruição de 100.000 edificações.

MAIS INFORMAÇÕES