Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Ex e atual mulher de Trump trocam farpas sobre posto de primeira-dama

Melania diz que Ivana quis chamar a atenção ao afirmar em entrevista que é a primeira-dama dos EUA

Ivana Trump, ex-mulher de Donald Trump
Ivana Trump, ex-mulher de Donald Trump Michael Zorn/Invision/AP

Uma briga por Donald Trump. Ivana Trump, a ex-mulher do presidente dos Estados Unidos, e Melania Trump, a atual, vivenciaram um entrevero nesta segunda-feira a respeito de qual delas é a “primeira dama” do país.

A discussão teve início depois das declarações polêmicas de Ivana em uma entrevista sobre seu relacionamento com Trump. “Nos falamos a cada duas semanas. Tenho o telefone direto da Casa Branca, mas não gosto de ligar muito porque Melania está lá e não quero provocar nenhum tipo de despeito nela. Pois, no fim das contas, eu sou a primeira senhora Trump, eu sou a primeira-dama, ok?”, declarou entre risos Ivana, 68 anos, à rede ABC durante uma conversa sobre o seu novo livro, Raising Trump. Ex-modelo e ex-esquiadora profissional, ela se casou com o magnata em 1977. O casal se divorciou em 1992, quando o marido lhe foi infiel com aquela que viria a ser a segunda mulher de Trump, Marla Maples.

Melania reagiu aos comentários por meio de seu porta-voz: “Os comentários que uma ex faz não têm qualquer substância. Ela só os fez, tristemente, para chamar a atenção e fazer barulho. Melania está feliz por ter feito da Casa Branca um lar para seu filho Barron e o presidente. Gosta de morar em Washington e se sente honrada por ser a primeira dama dos EUA. Planeja usar seu cargo para ajudar os jovens e não para vender livros”.

Alguns dias antes, Ivana já virara notícia ao afirmar que Trump lhe oferecera o posto de embaixadora dos EUA na República Tcheca, país onde nasceu. Ivana teria recusado a oferta alegando que levava “uma vida perfeita” e que não queria sacrificá-la por conta de um cargo político.

MAIS INFORMAÇÕES