índia

Pelo menos 22 pessoas morrem pisoteadas em uma estação de trem de Mumbai

Confusão começou quando centenas de pessoas se abrigavam da chuva sob uma ponte da cidade

Uma das pessoas feridas no tumulto foi levada a um hospital de Bombaim.
Uma das pessoas feridas no tumulto foi levada a um hospital de Bombaim.Danish Siddiqui (REUTERS)

Pelo menos 22 pessoas morreram e outras ficaram feridas depois de um pisoteamento ocorrido na sexta-feira, dia 29 de setembro, pela manhã em uma estação de trem em Mumbai, no oeste da Índia, segundo uma fonte oficial citada pela agência Reuters. A Polícia ferroviária confirmou que o tumulto ocorreu por volta das 9h30.

MAIS INFORMAÇÕES

As autoridades explicaram que o fato aconteceu quando centenas de pessoas que se protegiam da chuva em uma ponte da estação de metrô em Elphinstone Road tentavam sair. “Os trens estavam circulando e algumas pessoas queriam sair da estação, mas outras não lhes davam espaço. Quando alguns tentaram sair, aconteceu a confusão”, relatou uma das pessoas que estava na estação para a agência Reuters. Outra testemunha, que ajudou alguns feridos, destacou que a política e os serviços de emergência não agiram com rapidez e isso piorou a situação.

As pessoas feridas foram levadas aos hospitais da região para o atendimento de emergência, já que muitas estão em situação “crítica”, destacou um porta-voz que não quis ser identificado para a agência EFE.

A Unidade de Manejo de Desastres da Corporação Municipal da Grande Mumbai teme que o número de vítimas aumente, segundo afirmou um porta-voz à agência AFP.

Os pisoteamentos são relativamente frequentes na Índia, especialmente durante comemorações religiosas. Em outubro do ano passado pelo menos 19 pessoas morreram devido a uma avalanche humana quando milhares de homens e mulheres se puseram a correr diante do temor da queda de uma ponte em Benares, ao norte do país. Em julho de 2016, 27 pessoas morreram em Andhra Pradesh, no centro, em uma avalanche depois que várias mulheres caíram em um rio.

Arquivado Em: