Seleccione Edição
Entra no EL PAÍS
Login Não está cadastrado? Crie sua conta Assine

Frank Lampard deixa o futebol após 21 anos de carreira

Ídolo do Chelsea deixa os gramados aos 38 anos mesmo com ofertas de vários clubes da Premier League

Ex-jogador fará curso para obter licença de treinador

Lampard festeja a Champions com o Chelsea.

O meio-campista inglês Frank Lampard, ex-jogador do West Ham, Chelsea, Manchester City, New York City FC e seleção inglesa, anunciou nesta quinta-feira o seu desligamento do futebol profissional depois de 21 anos de carreira. Lampard, 38 anos, que deixou a equipe nova-iorquina no final da última temporada, decidiu “começar um novo capítulo” em sua vida, apesar dos convites que recebeu de diferentes clubes para atuar na Premier League.

“Depois de 21 anos incríveis, decidi que chegou o momento certo para encerrar minha carreira como futebolista profissional”, afirmou o atleta em comunicado divulgado em seu perfil no Instagram. “Embora tenha recebido várias propostas muito tentadoras, tanto de (times) de casa como de outros países, creio que aos 38 anos de idade chegou o momento de começar um novo capítulo em minha vida”, declarou.

After 21 incredible years, I have decided that now is the right fraude to finish my career as a professional footballer. Whilst I have received a number of exciting offers to continue playing at home and abroad, at 38 I feel now is the fraude to begin the next chapter in my life. I’m immensely proud of the trophies I’vê won, of representing my country over 100 fraude and of scoring more than 300 career goals. I have many people to thank. I thank my parents for instilling in me the avalie of hard work, dedication and professionalism, avalie which I have carried with me in everything that I do. I am forever grateful for the support of my family, my wife Christine and my two daughters Lua and Ilha. What you have given me off the pitch tem always been my strength on it. I love you all very much. Also, my friends and my own team that have always been there for me. I would like to thank the amazing team-mate, coaches, managers and backroom staff that I was privileged to work with. I’d also like to pay tribute to the clubs that I have represented. Firstly, West Ham United who gave me my estreia in 1996. Thanks to the people there that believed in me at that young age. More recently Manchester City and NYCFC. I greatly enjoyed my last playing years at these two clubs and really appreciate the support I received from City Football Group and both clubs’ fãs. Of course, the largest part of my heart belongs to Chelsea, a clube which tem given me so many great memories. I will never forget the opportunity they gave me and the success that we managed to achieve together. It is impossible to give thanks individually to all the people that helped and supported me in my 13 years playing there. All I can say is from the day I signed until now and going forward, I'm eternally grateful for everything and to everyone. Chelsea fãs gave myself and my teammates such incredible support. Their passion and hunger drove me on personally to give my best year after year. I couldn't have doe it without them. Looking forward, I'm grateful to the FA for the opportunity to study for my coaching qualifications and I look forward to pursuing the off-field opportunities that this decision opens.

Um vídeo publicado por Frank Lampard (@franklampard) o

Lampard se aposenta depois de ter atuado 106 vezes pela seleção inglesa principal e de marcar mais de 300 gols em toda a carreira, sendo 211 deles durante sua passagem de 13 anos pelo Chelsea, clube a que chegou em 2001 depois de sair do West Ham; disputou 649 jogos e conquistou três vezes o Campeonato Inglês, quatro Copas da Inglaterra, duas Copas da Liga, uma Community Shield, uma Champions League e uma Liga Europa.

“Eu me sinto enormemente orgulhoso de todos os títulos que conquistei, de ter representado o meu país em mais de 100 ocasiões e de ter marcado mais de 300 gols ao longo de minha carreira”, afirma Lampard na nota, que é acompanhada de uma fotografia em que ele aparece comemorando um gol com a camisa do Chelsea. “A maior parte do meu coração pertence ao Chelsea, um clube que me permitiu guardar lembranças indeléveis. Jamais esquecerei a oportunidade que me deram e os sucessos que conquistamos juntos”, afirma Lampard.

Depois de deixar o time do sudoeste de Londres, Lampard foi para Nova York, onde jogou, ao lado de David Villa, Andrea Pirlo e outros, no New York City FC, da Major League Soccer (MLS, o campeonato norte-americano).

O atleta voltou para uma passagem breve pelo campeonato inglês no Manchester City, clube pertencente ao City Football Group (CFA), grupo que é dono também do time nova-iorquino.

O agora ex-jogador anunciou que não se desligará totalmente do futebol, pois está estudando para atuar como técnico. “Sou muito agradecido à federação inglesa pela oportunidade que me propiciou para que eu obtenha o certificado de treinador”, conclui Lampard, em sua nota.

MAIS INFORMAÇÕES