Decreto de Trump põe obstáculos na emissão de vistos para brasileiros

Agora só menores de 14 anos e maiores de 80 estarão livres de entrevistas para primeiro visto

Decreto assinado por Trump afeta brasileiros e argentinos.
Decreto assinado por Trump afeta brasileiros e argentinos.MICHAEL REYNOLDS (EFE)

MAIS INFORMAÇÕES

A emissão de vistos para brasileiros também foi afetada pelo decreto assinado pelo presidente norte-americano Donald Trump que barra refugiados e imigrantes de sete países majoritariamente muçulmanos. Foi ampliada a exigência de entrevistas para vistos emitidos pela primeira vez e, no caso de renovações, foi encurtado o prazo em que é possível conseguir o documento sem passar por uma nova entrevista. Além do Brasil, a Argentina também foi atingida pela mudança.

Antes do decreto, solicitantes entre 14 e 15 anos e entre 66 e 79 anos possuíam isenção de entrevistas para a emissão dos vistos. Com a mudança, porém, só terão isenção aqueles com idade inferior a 14 anos ou a partir de 80 anos.

Aos que desejam renovar o visto após o vencimento, o período permitido para que o façam sem ter que fazer novas entrevistas é de até 12 meses. Anteriormente, a renovação sem entrevista poderia ser feita em até quatro anos. Continuam a ter isenção de entrevista os solicitantes de vistos diplomáticos e oficiais de governos estrangeiros e organizações internacionais.

O decreto de Trump provocou onda de críticas de vários líderes mundiais e organizações, além de protestos nos EUA. O endurecimento das regras migratórias parece deixar mais distante a meta brasileira de obter o fim da exigência de vistos dos EUA para brasileiros em negociação há anos com a Casa Branca.

Arquivado Em: