Seleccione Edição
Login

Barcelona convida a Chapecoense para o troféu Joan Gamper 2017

Clube azul-grená organizará uma homenagem do mundo do futebol à equipe que sofreu a tragédia aérea

Barcelona convida Chapecoense Juan Gamper Ampliar foto
Jogadores do Barça e do Real homenageiam a Chape. Getty

O Barcelona convidou a Chapecoense para a próxima edição do troféu Joan Gamper, que será realizada em agosto de 2017. O clube azul-grená prestará assim homenagem às 71 pessoas que morreram no acidente aéreo ocorrido em 28 de novembro, quando a delegação da equipe brasileira se dirigia a Medellín para jogar a final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional.

O Barcelona deseja que a próxima edição de seu tradicional torneio de verão se transforme em uma grande homenagem do mundo do futebol por meio de várias iniciativas em torno da partida, que serão divulgadas à medida que se aproximar a data de sua realização.

Que Deus nos abençoe e nos proteja 🙏🏽⚽️💚 #ForçaChape

Uma foto publicada por Nj 🇧🇷 👻 neymarjr (@neymarjr) o

Com o convite à Chapecoense para o Troféu Joan Gamper 2017, enviado por carta remetida à diretoria do clube brasileiro, o FC Barcelona quer colaborar com a reconstrução institucional e esportiva do clube e ajudá-lo a recuperar o nível competitivo que possuía.

Os jogadores do Barcelona e do Real Madrid posaram juntos, pouco antes do clássico disputado em 3 de dezembro, diante de uma faixa em que se podia ler: #FuerzaChapecoense. O atacante Neymar, do Barcelona, entrou no Camp Nou com uma camiseta verde do clube brasileiro e planejava exibi-la caso marcasse um gol.

O Troféu Gamper é um torneio de muito prestígio promovido desde 1966. O Barcelona é o anfitrião e, nas duas últimas edições, o disputou contra o Sampdoria e o Roma. O último convidado brasileiro foi o Santos, em 2013, pouco depois de o Barcelona contratar Neymar, procedente da equipe paulista.

No clube azul-grená há um jogador especialmente abalado pela tragédia. Trata-se de Ferrão, que integra a equipe de futsal e nasceu em Chapecó. Ferrão, que conhecia pessoalmente jogadores da Chapecoense, expressou sua tristeza pela tragédia.

No Brasil, milhares de pessoas se reuniram na quarta-feira em várias cidades para prestar homenagem à equipe de Chapecó, em Santa Catarina. No Rio de Janeiro, mais de mil pessoas se congregaram no emblemático estádio do Maracanã para expressar, com um abraço coletivo, sua homenagem às vítimas do acidente. Em São Paulo, houve um tributo coincidindo com a celebração da final da Copa Brasil, que o Grêmio ganhou, depois de empatar com o Atlético Mineiro.

MAIS INFORMAÇÕES