Verne

Polonês lançador de disco leiloa sua medalha para ajudar menino com câncer

Piotr Malachowski pretende conseguir fundos para o tratamento de Olek, que padece de câncer ocular

Piotr Malachowski, depois de receber a medalha de prata no Rio de Janeiro.
Piotr Malachowski, depois de receber a medalha de prata no Rio de Janeiro.SERGEI ILNITSKY (EFE)

Piotr Malachowski, o atual campeão do mundo de lançamento de disco, conseguiu nos Jogos do Rio a medalha de prata. O esportista decidiu não ficar com ela por uma boa causa: colocou-a em leilão para tentar custear o tratamento de Olek, um menino polonês de quatro anos com câncer ocular.

Zdobycie medalu olimpijskiego to dla sportowca spełnienie życiowych marzeń. Oczywiście najcenniejszy jest ten złoty....

Gepostet von Piotr Małachowski am Freitag, 19. August 2016

Em uma publicação de Malachowski no Facebook em 19 de agosto — e que foi compartilhada mais de 6.000 vezes nos três primeiros dias —, o atleta explica que, depois da competição no Rio, a mãe do menino entrou em contato com ele. "Olek está há dois anos, quase a metade de sua vida, lutando contra o câncer em seu olho", conta. "Na Polônia não há nenhuma possibilidade de salvá-lo. A única oportunidade é que receba terapia em Nova York, por isso decidi ajudá-lo e levar a medalha a leilão." Você pode entrar aqui na página da venda.

Segundo explica o atleta, "todo o montante obtido irá para o tratamento". Por ora, o lance mais alto é de 75.000 zlotys (cerca de 64.000 reais), cifra que poderá aumentar até 26 de agosto, dia do encerramento do leilão.

MAIS INFORMAÇÕES

Além da iniciativa de Malachowski, muitos poloneses também criaram leilões para ajudar Olek. No Allegro, portal polonês semelhante ao Ebay, com uma seção dedicada somente a vendas de caridade, há mais de trinta leilões para custear o tratamento do garoto. Desde jantares românticos em restaurantes a uma camiseta assinada por Lukasz Piszczek, jogador polonês do Borussia Dortmund.

"Ganhar uma medalha olímpica é, para um atleta, realizar um dos sonhos de sua vida", explica Malachowski, em sua publicação no Facebook. "Claro, a de ouro é a mais apreciada. Fiz tudo o que pude para consegui-la e, infelizmente, desta vez não tive sucesso. No entanto, o destino me deu a oportunidade de elevar o valor da minha prata."

Arquivado Em: