Arqueologia

Imagens de satélite revelam o significado das linhas de Nazca, no Peru

Aquedutos construídos no sul do Peru eram parte de um sofisticado sistema de irrigação

Entrada de um ‘puquio’ em Nazca, no Peru.EL PAÍS - QUALITY

Uma nova análise de imagens de satélite permitiu revelar o significado de estranhas construções na zona de Nazca, no sul do Peru. O lugar é famoso por seus enormes desenhos geométricos vistos do ar, cujos significados continuam sendo um mistério. Mas nesse local também existem outros tipos de construções chamadas puquios. Até agora se pensava que eram algum tipo de condução de água com forma de espiral que afunda no solo.

MAIS INFORMAÇÕES

A pesquisadora italiana Rosa Lasaponara, do Instituto de Metodologias para a Análise do Meio Ambiente, analisou imagens dos puquios tiradas do espaço por satélites. Sua equipe se concentrou em estudar a distribuição dessas construções pela região desértica de Nazca, que foi lar da cultura de mesmo nome entre os anos 200 e 600.

A equipe da italiana diz que a localização dos puquios é baseado na distribuição de água pela região e que essas construções em espiral eram uma espécie de sistema de ventilação que levava o vento até uma rede de canais subterrâneos. Dessa forma, essas estruturas eram fundamentais para o sistema de irrigação e canalização que ajudou os nazca a viver nessa terra desértica do sul peruano e a levar água para onde não existia.

Algumas das famosas linhas de Nazca.
Algumas das famosas linhas de Nazca.Getty

“Os puquios eram a infraestrutura hidráulica mais ambiciosa na zona de Nazca e permitiam que houvesse água disponível durante o ano todo”, disse Lasaponara à BBC. Dessa forma, os nazca puderam cultivar a terra em uma das regiões mais áridas do mundo, acrescentou.

Esse tipo de grandes infraestruturas exigiam um esforço enorme de colaboração e uma sociedade organizada, de acordo com a pesquisadora, o mesmo que provavelmente acontece com as estranhas linhas geométricas escavadas no terreno. Para essa cientista, seu significado também está relacionado com a presença de água, e há outros especialistas que acreditam que os desenhos eram mapas que indicavam onde se encontravam os puquios.

Arquivado Em: