“Não se arrependam como eu, abracem seus filhos todos os dias”

As famílias dos jovens de Costa Barros, assassinados no último sábado com mais de 60 tiros pela polícia, convocaram a primeira passeata para cobrar Justiça. Os quatro agentes envolvidos, por enquanto, estão presos e seus superiores estão afastados dos seus cargos. O Governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, comprometeu-se publicamente a prestar todo o apoio necessário às famílias. Uma semana depois da tragédia, elas asseguram não ter recebido nem o reembolso das despesas dos funerais, pagos na maioria dos casos graças aos donativos dos amigos e familiares.
As famílias dos jovens de Costa Barros, assassinados no último sábado com mais de 60 tiros pela polícia, convocaram a primeira passeata para cobrar Justiça. Os quatro agentes envolvidos, por enquanto, estão presos e seus superiores estão afastados dos seus cargos. O Governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, comprometeu-se publicamente a prestar todo o apoio necessário às famílias. Uma semana depois da tragédia, elas asseguram não ter recebido nem o reembolso das despesas dos funerais, pagos na maioria dos casos graças aos donativos dos amigos e familiares.M. M.