Seleccione Edição
Login
Violência Urbana

Polícia identifica os dois suspeitos de matar turista espanhol em Salvador

Dois jovens mataram com um tiro o turista durante uma tentativa de roubo na Bahia

O espanhol Hugo Calavia Blanco, morto em Salvador.
O espanhol Hugo Calavia Blanco, morto em Salvador.

Dois jovens de 19 anos foram identificados como sendo os responsáveis pelo assassinato de Hugo Calavia Blanco, o turista espanhol morto nesta segunda-feira durante um assalto na cidade de Salvador (Bahia). Trata-se de Ivo Pereira Barreto, conhecido como Lequinho, e João Paulo dos Santos de Jesus da Silva, Sardinha, segundo um comunicado publicado pela Polícia Civil do Estado da Bahia nesta quarta-feira.

Os dois suspeitos de atirar no rosto de Calavia, de 37 anos, e ferir o amigo dele Alberto Aroz Calvo, outro espanhol de 36 anos, no tórax e no pé, ainda não foram localizados. Os amigos saíam à noite da última segunda-feira de um restaurante na região de Itapuã em Salvador, quando foram abordados pela dupla, segundo os investigadores. Depois de atirar contra as vítimas, os assaltantes levaram o carro alugado, um Ford Ecosport preto.

Hugo Calavia, natural de Zaragoza, trabalhava como guarda-florestal a serviço do Governo de La Rioja e acabara de chegar ao Brasil para passear. Nas últimas semanas, ele viajava pela América Latina. No dia 11 de março, atualizou seu perfil do Facebook com uma foto no Peru. Aroz, de 36 anos, é natural de Ágreda (Soria) e há alguns meses trabalha na empresa de engenharia Gamesa em Camaçari, também no Estado da Bahia. Na última terça-feira, foi transferido do Hospital Menandro de Faria, na região metropolitana de Salvador, ao Hospital Português, onde continua internado. Seu quadro é considerado estável.

O homicídio lembra outro ocorrido em São Paulo, que também envolveu um cidadão espanhol. Nessa ocasião, um dos filhos do então ministro de Justiça espanhol, Alberto Ruiz-Gallardón, andava de carro por um dos bairros mais nobres da cidade quando dois homens de moto golpearam na janela do carro, um Honda Civic, no momento em que o semáforo ficou vermelho. O italiano Tommaso Lotto morreu com um disparo ao sair do veículo. José Ruiz-Gallardón, de 26 anos, conseguiu escapar dos assaltantes.

MAIS INFORMAÇÕES