Pelo menos sete mortos em um acidente de trem em Nova York

O acidente aconteceu depois que um comboio atingiu um veículo

Sete mortos e mais de uma dezena de feridos, este foi o resultado de um acidente depois que um comboio do serviço de trem suburbano Metro-North atingiu, na tarde de terça-feira, um veículo que estava cruzando a linha em Westchester, no subúrbio de Nova York, segundo informou Andrew Cuomo, o governador do estado. A MTA, operadora de transporte público na área metropolitana de Nova York, tenta agora determinar as causas do incidente.

As primeiras informações apontam que entre os sete falecidos está a motorista do carro, um Jeep Cherokee 4x4. Os outros seis eram passageiros que iam a bordo do trem no momento do acidente, que aconteceu depois das seis da tarde na localidade de Valhalla. O trem suburbano estava indo para o norte, tendo saído da estação Grand Central. Umas 400 pessoas foram evacuadas e transportadas a um ginásio.

MAIS INFORMAÇÕES

As imagens mostram que vários vagões pegaram fogo. Há pouco mais de um ano, outro trem Metro-North descarrilhou na linha que corre paralela ao rio Hudson antes de chegar a Manhattan, provocando quatro mortes. Foi o primeiro acidente com vítimas fatais em 31 anos na rede ferroviária de Nova York. Todo ano mais 80 milhões de pessoas usam este serviço de trens. Mas o sistema sofre uma forte degradação.

O mau tempo deixa ainda mais evidente estes problemas. Na segunda-feira, com uma nova frente fria atingindo a costa atlântica norte-americana, uma linha da rede de metrô da cidade ficou fora de serviço depois que o gelo impediu o funcionamento do sistema que dá energia aos trens. Os usuários ficaram presos por horas. Há uma semana, a MTA suspendeu o serviço em toda a rede para evitar que a tormenta Juno causasse um colapso.

Os serviços de emergência acudiram de imediato ao lugar do acidente, a 50 quilômetros da cidade. O trem acidentado saiu da estação terminal Grand Central às 17h45, horário local, hora pico da saída do trabalho e iria fazer sua primeira parada em Chappaqua. A MTA não informou a situação dos feridos, por isso não se descarta que aumente o número de vítimas fatais. A linha Harlem de Metro-North ficou suspensa.

Arquivado Em: