Seleccione Edição
Login

O mundo se solidariza com o semanário ‘Charlie Hebdo’

Jornalistas, políticos e meios de comunicação se unem sob o lema "Je suis Charlie", depois que o semanário satírico sofrer um ataque terrorista que matou 12.

  • A Torre Eiffel em Paris, com as luzes apagadas, em homenagem aos mortos no ataque terrorista a semanário francês.
    1A Torre Eiffel em Paris, com as luzes apagadas, em homenagem aos mortos no ataque terrorista a semanário francês. AFP
  • Concentração em Mônaco.
    2Concentração em Mônaco. AFP
  • Um homem exibe um cartaz com as palavras em árabe 'Eu sou Charlie' durante uma concentração na praça dela República em Paris.
    3Um homem exibe um cartaz com as palavras em árabe 'Eu sou Charlie' durante uma concentração na praça dela República em Paris. AFP
  • 'Je Suis Charlie' (Eu sou Charlie, em português),é o lema que percorre o mundo após o semanário satírico 'Charlie Hebdo' sofrer um ataque terrorista.
    4'Je Suis Charlie' (Eu sou Charlie, em português),é o lema que percorre o mundo após o semanário satírico 'Charlie Hebdo' sofrer um ataque terrorista. Getty Images Ir para a notícia
  • Jornalistas da agência francesa France-Presse posam durante o minuto de silêncio pela tragédia na fachada da sede da agência.
    5Jornalistas da agência francesa France-Presse posam durante o minuto de silêncio pela tragédia na fachada da sede da agência. AFP Ir para a notícia
  • Jean-Pierre Jouyet, secretário-geral do Palácio del Eliseu e colegas durante o minuto de silêncio em honra às 12 pessoas assassinadas na sede do 'Charlie Hebdo'.
    6Jean-Pierre Jouyet, secretário-geral do Palácio del Eliseu e colegas durante o minuto de silêncio em honra às 12 pessoas assassinadas na sede do 'Charlie Hebdo'. AFP Ir para a notícia
  • Jovens de mãos dadas formam um círculo ao redor da Place de la Republique (praça da República) de Paris ao meio dia em solidariedade às vítimas do ataque terrorista desta quarta-feira.
    7Jovens de mãos dadas formam um círculo ao redor da Place de la Republique (praça da República) de Paris ao meio dia em solidariedade às vítimas do ataque terrorista desta quarta-feira. Getty Images Ir para a notícia
  • Transeuntes durante o minuto de silêncio na praça central da cidade oriental francesa de Estrasburgo.
    8Transeuntes durante o minuto de silêncio na praça central da cidade oriental francesa de Estrasburgo. AFP Ir para a notícia
  • Lado exterior del Congresso onde os deputados fizeram um minuto de silêncio.
    9Lado exterior del Congresso onde os deputados fizeram um minuto de silêncio.
  • Jornalistas exibem cartazes e identificação de imprensa durante um minuto de silêncio em frente à redação de Paris do semanário satírico Charlie Hebdo.
    10Jornalistas exibem cartazes e identificação de imprensa durante um minuto de silêncio em frente à redação de Paris do semanário satírico Charlie Hebdo. REUTERS Ir para a notícia
  • A vice-presidenta do Gobierno espanhol Soraya Sáenz de Santamaría, membros do Gobierno e trabalhadores da instituição, durante o minuto de silêncio feito ao meio dia no Palácio de La Moncloa em Madri.
    11A vice-presidenta do Gobierno espanhol Soraya Sáenz de Santamaría, membros do Gobierno e trabalhadores da instituição, durante o minuto de silêncio feito ao meio dia no Palácio de La Moncloa em Madri.
  • Cartazes ao lado do lema 'Yo sou Charlie' em Marselha, na França.
    12Cartazes ao lado do lema 'Yo sou Charlie' em Marselha, na França. AFP
  • Jornalistas do EL PAÍS durante o minuto de silêncio na sede do grupo Prisa Noticias em Madri.
    13Jornalistas do EL PAÍS durante o minuto de silêncio na sede do grupo Prisa Noticias em Madri.
  • Vigília pelas vítimas em Paris.
    14Vigília pelas vítimas em Paris. Getty Images