EUA enfrentam as temperaturas mais frias dos últimos 20 anos

O frio e os gélidos ventos podem resultar em temperaturas abaixo de 50 graus centígrados negativos

Torcedores do Packers de Green Bay (Wisconsin) preparam-se para uma partida a -15 graus.
Torcedores do Packers de Green Bay (Wisconsin) preparam-se para uma partida a -15 graus.TANNEN MAURY (EFE)

Depois da passagem da tempestade de neve que cobriu cerca de um terço dos Estados Unidos e afetou mais de 100 milhões de pessoas nesta semana, o país enfrentará as temperaturas mais frias dos últimos 20 anos, segundo informou o Serviço Nacional de Meteorologia (NWS, na sigla em inglês).

Um vórtice polar está trazendo consigo fortes e frios ventos por meio do Meio-Oeste do país, o que se soma aos estragos deixados pela tempestade Hércules, que ao longo desta semana causou a morte de ao menos 16 pessoas e paralisou o transporte aéreo do país.

"As temperaturas mais baixas em quase duas décadas se estenderão do Norte e Centro dos Estados Unidos de hoje até domingo provocadas por uma frente de frio do ártico”, declarou o Serviço Meteorológico. “Combinadas com fortes rajadas de vento, estas temperaturas chegarão a 50 graus centígrados negativos, o que pode pôr em risco a vida humana”, especifica o Serviço.

Os estados de Missuori, Michigan, Kentucky, Tennessee e Illinois sofreram nevascas durante a madrugada de hoje domingo e agora enfrentam fortes rajadas de vento gelado, que estão criando duras camadas de gelo. No estado de Missuori, o Departamento de Transporte advertiu que a maioria das estradas estatais estão cobertas de neve e o sal não atua de maneira efetiva para eliminá-la por causa das temperaturas extremas, que estão acompanhadas de fortes ventos que complicam muito os deslocamentos por terra.

As gélidas temperaturas interferiram nas viagens em toda a região e milhares de voos foram cancelados ou postergados, alguns servidores públicos fecharam as escolas por prevenção e no aeroporto Kennedy, na cidade de Nova York, um avião saiu da pista esta manhã.

Segundo as previsões meteorológicas, o pior na costa Leste chegará na terça-feira, à medida que os ventos polares se desloquem à região. É esperado que a capital Washington registre máximas abaixo de zero e mínimas que rondem os 15 graus centígrados negativos.

Arquivado Em: