Coluna
i

O melhor presente deste Natal foi descobrir que ainda sabemos nos amar

No final, vimos claramente que o amor é o motor do mundo ao lado da curiosidade do conhecimento

Homem vestido de Papai Noel higieniza as mãos de crianças no complexo de favelas da Maré, Rio de Janeiro, em 23 de dezembro.
Homem vestido de Papai Noel higieniza as mãos de crianças no complexo de favelas da Maré, Rio de Janeiro, em 23 de dezembro.DPA vía Europa Press / Europa Press

Estas festas do Natal da covid-19 deveriam ser as mais tristes por tantas vidas perdidas e pelos medos que nos perseguem. E, no entanto, junto com a dor da qual não podemos nos libertar, elas nos trouxeram o presente de descobrir que ainda sabemos nos amar. Nos últimos dias, desejamos mais do que nunca ter ao nosso lado não apenas a família, mas os amigos do coração. Sentimos, como poucas vezes, ...

Mais informações