Pandemia de coronavírus
Tribuna
São da responsabilidade do editor e transmitem a visão do diário sobre assuntos atuais – tanto nacionais como internacionais

É tempo de ser solidário. Cinco formas de ajudar trabalhadores e pequenos comércios ao seu redor

A crise do coronavírus requer que todos se coloquem no lugar dos que ficam mais vulneráveis neste momento. Seja a população mais idosa, os informais ou os pequenos negócios

Entregador de aplicativo trafega em Manaus.
Entregador de aplicativo trafega em Manaus.BRUNO KELLY (Reuters)
Mais informações
Evangelicals from the Ministry International of  Restoration church, pray at a drive-thru system, amid the coronavirus disease (COVID-19) outbreak, in Manaus, Brazil April 5, 2020. REUTERS/Bruno Kelly
AO VIVO | Últimas notícias sobre o coronavírus no Brasil e no mundo
AME627. RIO DE JANEIRO (BRASIL), 06/04/2020.- Mujeres con mascarilla esperan un taxi en la entrada de la favela Rocinha durante la pandemia del coronavirus este lunes en Río de Janeiro (Brasil). Rocinha tiene confirmados cuatro casos y dos sospechas de muerte por la enfermedad por coronavirus (COVID-19). EFE/Antonio Lacerda
É possível ser solidário na epidemia de coronavírus sem sair de casa
A youtuber Nathalia Rodrigues, a Nath Finanças, no Calçadão de Nova Iguaçu, zona metropolitana do Rio.
Nath Finanças salva quem vive só de pagar boletos

O isolamento social tem sido uma das principais medidas de contenção e é essencial que cada um de nós faça a sua parte para evitar a disseminação da Covid-19. Mas não é todo mundo que pode ficar em casa. Há trabalhadores autônomos que precisam sair para prestar seus serviços e vender seus produtos. Motoristas de aplicativo, diaristas, babás, comerciantes, entre outros, precisam trabalhar para ter a comida na mesa, pois não possuem salário fixo todo mês e dependem da demanda de clientes.

Como podemos fazer a nossa parte e colaborar neste momento? Algumas atitudes solidárias simples podem ser tomadas nestes dias para apoiar quem mais sofre com o confinamento, ajudando a superar estes tempos difíceis. Saiba como você pode colaborar:

1- Incentive o comércio local e prestadores de serviços

Algumas empresas estão aderindo ao home office para que suas equipes trabalhem de casa e não precisem pegar diversas conduções lotadas. Mas, infelizmente, não são todas as profissões que permitem trabalhar dessa forma. Se você possui algum prestador de serviço como citei acima, com quem trabalha sempre, se puder, continue pagando todo mês até este período de isolamento passar, e depois, a pessoa presta o serviço que você pagou antecipadamente se for necessário.

Se você, prestador de serviço, tem intimidade com o seu cliente, é possível pedir um valor adiantado e, aí, prestar o serviço depois. É uma forma de resolver a curto prazo.

Para o comerciante, se for possível transferir vendas para plataformas virtuais, como WhatsApp ou e-commerce, vale a pena, o momento é agora.

Da mesma forma, você pode combinar com o cliente de entregar a mercadoria depois. Há pequenos comerciantes fechando as portas sob o perigo de quebrar. Valorize. Já virou campanha entre influenciadores digitais o incentivo ao comércio local que possui produtos a vencer.

2- Não é a hora de ser egoísta, é a hora de ser solidário

Quem não tem algo, pode pedir emprestado para o vizinho. Ou emprestar. Se oferecer para prestar serviços ou compartilhar compra de produtos, como álcool em gel. Produtos de higiene pessoal também podem ser uma boa ajuda.

As pessoas mais sensíveis em relação à Covid-19, como os idosos e pessoas com problemas cardiovasculares e respiratórios —o chamado grupo de risco—, devem redobrar os cuidados para se manter em segurança. Podemos evitar que essas pessoas sejam expostas. Que tal se oferecer para ajudar? Ir ao mercado, comprar um produto para essas pessoas. Você sabe que os mais velhos adoram sair, mas, neste momento, devemos ser solidários e ir ao supermercado, comprar ou doar produtos de higiene para aquele vizinho mais velho, assim ele não fica vulnerável ao vírus <3.

3- Não faça estoque de mercadorias em casa

Já pensou no trabalhador que irá receber apenas no dia 10? Ou no autônomo que estava esperando o serviço ou o produto ser vendido para ir ao supermercado?

Não devemos ser egoístas, procure comprar apenas o necessário para a sua família e deixar o restante paras as próximas que estão por vir. Nesse momento, devemos ser solidários nas pequenas coisas. Se puder, compre no mercadinho do seu bairro, ele tem trabalhadores como você.

4- Evite comprar eletrônicos e mercadorias de maior valor se não for emergencial

Hoje em dia, é importante a gente pensar no trabalhador que ficará exposto. Não compre mercadorias que não sejam necessárias, é a hora de você guardar seu dinheiro para situações emergenciais. Além disso, deixar de expor o trabalhador a ter que entregar um produto que poderia esperar um pouco. Grandes empresas acabam lucrando em cima de uma situação em que todos deveriam estar em quarentena, inclusive os entregadores. Faça a sua parte e poupe os riscos do proletariado! <3

5 – Evite usar dinheiro físico

Além de guardar contaminações, no momento atual, devemos ao máximo evitar essa troca entre as pessoas. Utilize o cartão de débito e sempre o higienize depois de utilizá-lo. E SEMPRE quando for comprar algum produto, lave bem as mãos com água e sabão ―antes e depois.

Vale lembrar. Foi aprovada no Congresso a renda básica emergencial. Sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro, irá alcançar pelo menos 100 milhões de pessoas. O auxílio emergencial de 600 reais aos trabalhadores autônomos vai para quem não tem renda fixa, desempregados ou informais, e microempreendedores individuais. Os benefícios também se estendem aos que já recebem Bolsa Família, se o valor final for superior ao que recebe hoje. A mulher que for mãe e chefe de família, poderá receber até 1.200 reais mensais por mês, por até três meses. É hora de poupar ao máximo. Vamos fazer a nossa parte?

Nath Finanças é uma criação de Nathalia Rodrigues, 21 anos, youtuber de educação financeira para baixa renda.

Informações sobre o coronavírus:

- Clique para seguir a cobertura em tempo real, minuto a minuto, da crise da Covid-19;

- O mapa do coronavírus no Brasil e no mundo: assim crescem os casos dia a dia, país por país;

- O que fazer para se proteger? Perguntas e respostas sobre o coronavírus;

- Guia para viver com uma pessoa infectada pelo coronavírus;

- Clique para assinar a newsletter e seguir a cobertura diária.

Faça seu login para seguir lendo

Saiba que já pode ler este artigo, é grátis

Obrigado por ler o EL PAÍS

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS