Monarquia britânica

Rainha Elizabeth soube do afastamento de Harry e Meghan Markle pela televisão

Decisão dos duques de Sussex provoca fortes críticas e decepção na família real, que se sente traída segundo a imprensa britânica

Príncipe Harry e Meghan Markle acenam para curiosos no casamento deles no castelo de Windsor.
Príncipe Harry e Meghan Markle acenam para curiosos no casamento deles no castelo de Windsor.Damir Sagolj / Reuters

A rainha Elizabeth II está “furiosa” com a decisão tomada pelo neto Harry e pela esposa dele, Meghan Markle, de se afastarem da vida oficial. O casal não contou a decisão que havia tomado à rainha nem aos príncipes Charles e Wiliam, que ficaram sabendo pela televisão. Todos se consideram traídos. Em um comunicado divulgado no final da tarde de quarta-feira, o neto da rainha e a esposa disseram: “Pretendemos dar um passo atrás em nosso papel de membros seniores da família real e trabalhar para ser financeiramente independentes, mantendo nosso total apoio a sua majestade. [...] Planejamos equilibrar nosso tempo entre o Reino Unido e a América do Norte e continuar cumprindo nossos deveres em relação à rainha, à Commonwealth [Comunidade das Nações] e às organizações de nosso patronato. Esse equilíbrio geográfico nos permitirá educar nosso filho no apreço à tradição real em que nasceu, ao mesmo tempo em que dará espaço para que nossa família se concentre em um novo capítulo [de sua vida]”.

Uma fonte real de alto escalão disse que a rainha e sua família estavam “profundamente decepcionadas”. Outra afirmou, segundo a imprensa britânica, que os membros da realeza estavam “chocados, tristes e completamente furiosos” com o casal.

Harry e Meghan, que planejam dividir seu tempo entre a Grã-Bretanha e a América do Norte, fizeram o anúncio da bombástica notícia alguns dias depois de voltarem de férias de seis semanas no Canadá.

Um breve comunicado do Palácio de Buckingham revelou: “As conversas com o duque e a duquesa de Sussex estão em um estágio inicial. Entendemos seu desejo de adotar um enfoque diferente, mas são problemas complicados que exigirão tempo para sua solução”.

Aparentemente, o casal planejou em segredo sua decisão durante a estadia de seis semanas no Canadá, criando inclusive um novo site independente do da família real e pronto para ser lançado quando retornassem. “O nível de engano foi assombroso e todos, desde a cabeça da casa real até a base, sentem que foram apunhalados pelas costas”, disse uma fonte do palácio ao Daily Mail.

Os duques de Sussex ainda não têm ideia de onde morarão na América do Norte, embora o Canadá seja claramente a opção preferida. Meghan Markle morou lá durante anos, pois foi nesse país que a série Suits, da qual era uma das protagonistas, foi rodada.

Outro aspecto a ser definido é como conseguirão a independência financeira, embora por enquanto continuem recebendo dinheiro do príncipe de Gales para financiar seu trabalho oficial.

Outros membros da família real que tentaram seguir esse caminho, como o príncipe Edward —o filho mais novo de Elizabeth II— e sua esposa, foram obrigados a deixar sua produtora de televisão e relações públicas depois de uma série de escândalos. Os príncipes de Kent ficaram conhecidos quando disseram ir a qualquer lugar para fazer uma refeição e a duquesa de York fez uma série de acordos comerciais desastrosos que a levaram à falência. Eles são o exemplo claro de quanto é difícil dar esse passo.

No comunicado dos duques de Sussex não há menção alguma à renúncia a seus títulos, mas parece que manterão Frogmore Cottage, mansão que foi reformada para eles com 2,5 milhões de libras (cerca de 13,23 milhões de reais) de dinheiro público. Também manterão seus guardas de proteção da Polícia Metropolitana financiados pelo Estado.

Essa decisão do príncipe e de Markle acontece depois de um ano conturbado. Primeiro foi o confronto de Harry com o irmão William, seguido pela decisão de dividir seu escritório, depois as desavenças com os meios de comunicação e, finalmente, seu desejo de levar uma vida mais privada pelo temor de que Meghan Markle sofresse a pressão midiática que Diana de Gales sofreu.

Os duques de Sussex já deram sinais do esfriamento das relações com a família real quando decidiram não passar o Natal com ela.

Horas antes do comunicado anunciando seu desejo de empreender uma nova vida, os Sussex visitaram o Alto Comissariado do Canadá, no centro de Londres, para agradecer aos canadenses pela cordialidade com que foram recebidos durante o período de férias.

O mais visto em ...Top 50