MICHAEL JACKSON

Neverland, o rancho de Michael Jackson, é vendido “a preço de saldo”

Um bilionário norte-americano pagou 22 milhões de dólares pelo refúgio do astro, quase 20% de seu valor há cinco anos

Uma das entradas de Neverland, em imagem de 2004.
Uma das entradas de Neverland, em imagem de 2004.Mark J. Terrill / AP

O antigo rancho Neverland de Michael Jackson, na Califórnia, foi vendido ao bilionário norte-americano Ron Burkle, segundo informou seu porta-voz, por cerca de 22 milhões de dólares (cerca de 115 milhões de reais), pouco mais de 20% do que a propriedade valia há cinco anos. O rei do pop transformou sua enorme mansão num refúgio temático de conto de fadas, com ferrovia de brinquedo, roda-gigante e orangotangos, e compôs ali alguns de seus principais sucessos. Mas Neverland também foi o lugar infame onde Jackson convidava crianças para visitá-lo e para dormir, e cenário de supostos abusos sexuais de menores, de acordo com acusações contra ele. Após a morte do cantor, o lugar foi rebatizado em 2009 de Sycamore Valley Ranch.

Mais informações

Burkle, um empresário de Montana com investimentos que vão de supermercados até a indústria do entretenimento, comprou o rancho “como uma oportunidade ‘land banking’ [investimento em propriedades imobiliárias a longo prazo com a intenção de vendê-las posteriormente]”, disse seu porta-voz. O preço de 22 milhões de dólares, publicado pelo The Wall Street Journal, significa um desconto contundente em relação ao preço inicial do rancho, de 100 milhões de dólares (521 milhões de reais) em 2015. Esse importante valor, considerado “otimista” pelos agentes imobiliários inclusive naquele momento, foi reduzido a 31 milhões de dólares (162 milhões de reais) no ano passado, mas a fazenda continuou sem ser vendida e foi retirada do mercado.

Burkle sobrevoava a região recentemente para explorar uma propriedade vizinha, que poderia abrigar uma nova unidade de sua rede de clubes privados Soho House, quando avistou o rancho e decidiu entrar em contato com seu dono, segundo seu porta-voz. Michael Jackson havia desembolsado 19,5 milhões de dólares (102 milhões de reais) nos anos oitenta. A firma de investimentos Colony Capital, de Thomas Barrack Jr., comprou o rancho do cantor, na época muito endividado, por 22,5 milhões de dólares (117 milhões de reais). Burkle havia trabalhado no passado como assessor de Jackson em assuntos comerciais, incluindo a solução de dívidas contraídas por seu luxuoso estilo de vida nos anos que precederam sua morte.

A casa principal de Neverland, em 2009.
A casa principal de Neverland, em 2009.Carolyn Kaster

A fazenda de 1.100 hectares, situada a 65 quilômetros de Santa Bárbara, conta com uma casa principal de seis quartos e três casas de hóspedes, um lago com cachoeira, quadras de tênis e vários estábulos e instalações para animais. O rancho de Jackson foi inspecionado pela polícia em 2003 durante as investigações de um caso de abuso de menores, no qual o cantor era acusado. Os agentes apreenderam grande quantidade de material pornográfico e imagens de crianças nuas. Jackson foi absolvido em 2005.

Ano passado, o documentário Leaving Neverland (HBO) exibiu depoimentos de dois homens afirmando que Jackson abusou sexualmente deles quando eram crianças no rancho, incluindo no sótão, no quarto principal e na piscina. Os herdeiros de Jackson, que processaram a HBO em 100 milhões de dólares (521 milhões de reais) pelo “assassinato póstumo de um personagem”, negam todas as acusações, como fez Jackson em vida.

Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50