_
_
_
_

Após um mês internado, Pelé recebe alta

Rei do futebol estava no Hospital Albert Einstein desde o dia 31 de agosto e fez cirurgia para retirar um tumor no intestino

Diogo Magri
La leyenda del fútbol, Pelé, junto al personal sanitario
Pelé recebeu alta do hospital nesta quinta-feira, 30 de setembro.Instagram @Pele

Depois de um mês internado, Edson Arantes do Nascimento, o mundialmente conhecido Pelé, recebeu alta do Hospital Albert Einstein na manhã desta quinta-feira, 30 de setembro. O rei do futebol estava no hospital da zona sul de São Paulo desde o dia 31 de agosto. Durante esse período, ele retirou um tumor localizado no colón direito, detectado após exames de rotina. A informação da alta foi confirmada pelo Hospital através de nota, onde também acrescentou que Pelé continuará o tratamento de quimioterapia em casa.

Apoie nosso jornalismo. Assine o EL PAÍS clicando aqui

“Edson Arantes do Nascimento recebeu alta do Hospital Israelita Albert Einstein na manhã desta quinta-feira, 30 de setembro de 2021. O paciente encontra-se estável e seguirá em quimioterapia, após a cirurgia de retirada de tumor no intestino, realizada em 4 de setembro”, informou o boletim médico assinado pelos doutores Fábio Nasri, Alberto Goldenberg e Miguel Cendoroglo Neto.

Pelé também publicou um discurso de agradecimento nas redes sociais. “É verdade que eu não posso mais pular, mas nestes últimos dias, eu tenho dado socos no ar mais vezes que o normal. Estou muito feliz de estar de volta a minha casa. Quero agradecer a toda equipe do Hospital Albert Einstein, que fizeram a minha estadia prazerosa, com um acolhimento humano e muito carinhoso. Obrigado também a todos vocês, que de longe, fazem a minha vida completa com tantas mensagens de amor”, escreveu ele.

O rei do futebol, que tem 80 anos de idade, deu entrada no hospital no dia 31 de agosto para fazer seus anuais exames de rotina. Na oportunidade, seus médicos constataram uma “lesão suspeita” no cólon direito durante o check-up e optaram pela retirada do tumor através de cirurgia, realizada quatro dias depois. “Ele passa por uma bateria de exames de sangue, um check-up, colonoscopia, etc. É muito mais do que apenas testes físicos. Ele não faz todos [os exames] em um dia”, tranquilizou na época Joe Fraga, empresário de Pelé. Fraga é CEO da Sports 10, empresa que detém os direitos globais da marca do rei, e o conhece há 20 anos.

“Felizmente, estou acostumado a comemorar grandes vitórias ao lado de vocês. Vou encarar mais essa partida com um sorriso no rosto, muito otimismo e alegria por viver cercado de amor dos meus familiares e amigos”, publicou em seu Instagram logo após a operação. Foram 10 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) antes de ser transferido para o quarto.

Durante toda a recuperação no hospital, Pelé e seus familiares utilizaram as redes sociais para atualizar os fãs sobre o estado de saúde do rei. Entre as postagens, prestou solidariedade ao cantor Roberto Carlos pelo falecimento do filho, comemorou os 100 anos do seu “ídolo de infância” Zizinho e parabenizou Lionel Messi por superar seu recorde entre os artilheiros de seleções. Também publicou mensagens de agradecimento e vídeos fazendo exercícios de fisioterapia com a equipe médica. “Continuo cada dia mais alegre, com muita disposição para jogar 90 minutos, mais a prorrogação”, brincou em uma postagem.

Pelé deve seguir sua recuperação na casa que tem no Guarujá, litoral de São Paulo. Ele passou por alguns problemas de saúde durante os últimos anos que restringiram suas aparições em público. Fez cirurgias no quadril que dificultam sua locomoção e teve que retirar pedras dos rins —ele não possui um dos órgãos desde a década de setenta, quando precisou removê-lo após uma pancada que levou jogando nos Estados Unidos. Seu filho Edinho chegou a dizer que o rei estava deprimido pelas limitações da saúde e teve o quadro piorado pelo isolamento necessário na pandemia. Pelé faz 81 anos no próximo dia 23 de outubro.

Inscreva-se aqui para receber a newsletter diária do EL PAÍS Brasil: reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as principais informações do dia no seu e-mail, de segunda a sexta. Inscreva-se também para receber nossa newsletter semanal aos sábados, com os destaques da cobertura na semana.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
_
_