Famosos

Os grandes momentos do Met Gala 2021: impostos para os ricos, a invasão da franja-coque e ‘cadê a Kim?’

O vestido ativista de Alexandria Ocasio-Cortez, penteados inesperados, Kim Kardashian ‘dondadizada’ e o cobertorzinho de Rihanna são alguns dos ‘hits’ da festa. Veja as imagens

mike coppola / Getty Images

1 DE 8

‘Tax the rich’. A deputada Alexandria Ocasio-Cortez (democrata de Nova York) estreou no Met Gala 2021, o baile de gala do Metropolitan e não perdeu a chance de vestir um traje de protesto. Seu vestido continha a mensagem que ela repete há anos e inclusive vende estampada em moletons: cobrar mais impostos dos milionários.

Getty Images for The Met Museum/

2 DE 8

Seguindo com a estética de máscaras popularizada por seu ex Kanye West na apresentação de seu novo álbum, Donda, Kim Kardashian apareceu com um modelo desenhado por Gvasalia para Balenciaga, que também criou o look de Donda.

Taylor Hill / WireImage

3 DE 8

Rihanna e ASAP Rocky, muito na deles, pedindo aos gritos um pouco de sofá, cobertorzinho e Netflix.

ANGELA WEISS / AFP via Getty Images

4 DE 8

Popularizará Kristen Stewart a franja-coque? Alegria para defendê-lo não lhe faltou, e fazia anos que ela não aparecia tão contente num tapete vermelho.

Jeff Kravitz / FilmMagic

5 DE 8

Será que Grimes sonha em colonizar Marte com Elon Musk, e que lá todos usem espadas e vestidos de Iris Van Herpen? A artista aproveitou os tempos mortos do tapete vermelho deixando claro que tem o hábito de leitura, com as armas à mostra. O de sempre.

Jeff Kravitz / FilmMagic

6 DE 8

Nem em Deus, nem no dinheiro. A jogadora de futebol e ativista LGBTIQ+ Megan Rapinoe sabe em quem acreditar, e assim defendia a mensagem na sua bolsa.

(C)Kevin Mazur / Getty Images for The Met Museum/

7 DE 8

Vermelho, branco e azul: Stella McCartney se inspirou nas cores da bandeira norte-americana para vestir Ella Emhoff, Julia Garner e a ginasta Nia Dennis. Depois há quem diga que Sonia Monroy não foi uma pioneira...

Theo Wargo / Getty Images

8 DE 8

O dramaturgo Jeremy O. Harris representando o mood de 2020 em um tapete vermelho que em 2021 excepcionalmente não foi na primeira segunda-feira de maio, a sim na segunda de setembro.

Apoie a produção de notícias como esta. Assine o EL PAÍS por 30 dias por 1 US$

Clique aqui

Inscreva-se aqui para receber a newsletter diária do EL PAÍS Brasil: reportagens, análises, entrevistas exclusivas e as principais informações do dia no seu e-mail, de segunda a sexta. Inscreva-se também para receber nossa newsletter semanal aos sábados, com os destaques da cobertura na semana.

Arquivado Em:

Mais informações

Pode te interessar

O mais visto em ...

Top 50