Bolsonaro passará por nova cirurgia para corrigir hérnia no local da facada

Informação foi confirmada pelo Planalto após o presidente passar por exames na manhã deste domingo em São Paulo. Operação deve ocorrer no próximo domingo, 8 de setembro

O presidente Jair Bolsonaro, na quinta-feira, no Palácio da Alvorada.
O presidente Jair Bolsonaro, na quinta-feira, no Palácio da Alvorada.ADRIANO MACHADO (REUTERS)

MAIS INFORMAÇÕES

O presidente Jair Bolsonaro será submetido a mais uma cirurgia e deverá ficar afastado em recuperação por cerca de dez dias. A informação foi confirmada na manhã deste domingo pelo Palácio do Planalto, horas após o presidente realizar uma série de exames no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Em nota divulgada nas redes sociais do mandatário, assinada pelo médico Ricardo Peixoto Camarinha, o Governo diz que a cirurgia é necessária para corrigir uma "hérnia incisional, que surgiu em decorrência das intervenções cirúrgicas previamente realizadas", na região do abdome, como consequência da facada que Bolsonaro levou há quase um ano, durante um ato da sua campanha em Juiz de Fora (MG). 

De acordo com informações do site G1 e da GloboNews, a cirurgia está prevista para acontecer no próximo domingo, 8 de setembro, mas a data ainda não foi confirmada pela assessoria presidencial. Em seu perfil no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro publicou uma foto ao lado da equipe médica que o atendeu após passar pelos exames neste domingo, e disse apenas que deve "curtir uns 10 dias de férias". 

Esta será a quarta cirurgia que o mandatário deverá se submeter como consequência da facada que levou —o ataque contra ele completa um ano na sexta-feira, 6 de setembro. Trata-se de uma operação de médio porte, segundo informou ao G1 o médico Antonio Luiz Macedo (da equipe que atende o presidente no hospital Albert Einstein). "Abriremos três vezes no mesmo lugar. Enfraqueceu", afirmou.

- O Sr. Presidente da República Jair Messias Bolsonaro foi avaliado clinicamente e será submetido a cirurgia de correção...

Gepostet von Jair Messias Bolsonaro am Sonntag, 1. September 2019

Adélio Bispo de Oliveira, o autor da facada que atingiu o abdome do então candidato à Presidência, continua internado por tempo indeterminado na Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Campo Grande (MS). Em julho, ele foi considerado pela Justiça inimputável por problemas psicológicos.

Arquivado Em: