SUPERCOPA DA EUROPA

Liverpool supera o Chelsea nos pênaltis e fica com o título da Supercopa da Europa

O goleiro Adrian, substituto de Alisson, defendeu a cobrança de Abraham e deu o título aos vermelhos após empate por 2 a 2 no tempo normal

Henderson ergue a taça de campeão da Supercopa.
Henderson ergue a taça de campeão da Supercopa.Michael Reagan (Getty Images)

MAIS INFORMAÇÕES

O Liverpool venceu o Chelsea nesta quarta-feira nos pênaltis após um empate por 2 a 2 e ficou com o troféu da Supercopa da Europa. Mané marcou duas vezes com assistências de Roberto Firmino no tempo normal, enquanto Giroud e Jorginho, de pênalti, marcaram os gols do time azul. Na cobrança de pênaltis, o Liverpool converteu as cinco batidas e Abraham desperdiçou a última cobrança da sequência do Chelsea, que foi defendida com os pés pelo goleiro Adrian, substituto do lesionado Alisson. A juíza foi Stéphanie Frappart, a primeira árbitra a atuar em uma final internacional e masculina, barreira rompida finalmente pela UEFA.

Em um primeiro tempo movimentado, o Liverpool começou melhor e teve grande chance com Salah aos 15 minutos, quando o egípcio saiu na cara de Kepa e teve o chute defendido pelo goleiro espanhol. Aos poucos, o Chelsea foi tomando o controle da partida com Jorginho, Kanté, Pulisic e Pedro se destacando. Em jogada de Pulisic, Giroud apareceu nas costas de Matip e abriu o placar com chute cruzado aos 35. Cinco minutos depois, Pulisic ampliou após driblar Gomez e Matip pela esquerda, mas a auxiliar marcou corretamente o impedimento do americano na origem da jogada.

Com a entrada de Roberto Firmino já no intervalo, os campeões da Champions melhoraram imediatamente e chegaram ao empate logo aos dois minutos da etapa final, com Mané marcando após jogada de Fabinho e Firmino. O Chelsea voltou a equilibrar o jogo no fim, mas não foi o suficiente para tirar o empate do placar e, com isso, a decisão foi para a prorrogação. Logo aos cinco minutos do tempo extra, Firmino e Mané fizeram a jogada pela esquerda que terminou com o brasileiro assistindo para o camisa 10, que marcou seu segundo gol e virou o jogo para o Liverpool. Ainda na primeira etapa da prorrogação, a árbitra marcou pênalti do goleiro Adrian em Abraham; a penalidade foi convertida por Jorginho, que deixou o placar em 2 a 2 e levou a Supercopa para os pênaltis.

Na decisão por penalidades, 100% de aproveitamento para o Liverpool: Firmino, Fabinho, Origi, Alexander-Arnold e Salah converteram. Do lado do Chelsea, Jorginho, Barkley, Mount e Emerson Palmieri marcaram, mas o jovem Abraham viu o goleiro Adrian defender seu pênalti com os pés na última cobrança da série azul. O Liverpool chega ao seu quarto título de Supercopa, já que venceu também em 1977, 2001 e 2005.

Veja como contamos Liverpool x Chelsea: