Crise na Islândia: como a quebra de uma companhia aérea desencadeou uma recessão

Falência da empresa Wow atinge o setor turístico do país e vai levar o PIB a uma queda de 0,4%

A Blue Lagoon da Islândia, um dos lugares mais visitados pelos turistas
A Blue Lagoon da Islândia, um dos lugares mais visitados pelos turistas

Não é comum que uma economia inteira saia dos trilhos por conta de um único desastre corporativo. Mas é o que parece ter acontecido na Islândia. A recente falência da companhia aérea de baixo custo islandesa Wow Air foi um golpe tão grande para a indústria do turismo na Islândia e para a economia em geral que na quarta-feira, 22, o banco central reduziu sua principal taxa de juros em meio ponto, para 4%. Também anunciou que as previsões apontam para uma contração de 0,4 % na economia neste ano, frente a uma estimativa prévia de crescimento de 1,8%.

O anúncio deixa claro o quanto o fracasso da Wow Air afetou a Islândia, que também sofreu uma temporada de pesca desastrosa. A companhia aérea ajudou a transformar o turismo na maior fonte de renda desse pequeno país, alimentando um boom que tirou a nação de um colapso financeiro há mais de uma década. O desaparecimento da empresa em março representou um fim abrupto a esse entusiasmo.

Mais informações

O turismo na Islândia cresceu rapidamente, impulsionado por atrações como a aurora boreal, mas também por novas modas como as rotas que percorrem paisagens que se popularizaram com o sucesso da série Game of Thrones. O Parque Nacional Thingvellir e a encosta do glaciar ao lado do vulcão Eyjafjallajökull foram alguns dos lugares em que os protagonistas da produção desfilaram em várias cenas da série. No entanto, o setor do turismo foi abruptamente afetado pelo colapso da companhia aérea Wow Air, ao qual se acrescentaram os problemas de sua concorrente, a Icelandair, que teve de deixar em terra os aviões Boeing 737 MAX que opera depois do acidente mortal da Ethiopian Airlines no começo de março.

O banco central disse que agora espera que a economia tenha uma contração de 0,4% neste ano, a partir de sua previsão de fevereiro de um crescimento de 1,8%. A projeção de crescimento do PIB para o próximo ano agora é de 2,5%, contra uma previsão anterior de 2,8%, segundo o banco central. “Essa deterioração das perspectivas se deve principalmente a uma contração do turismo e à redução das exportações de produtos marinhos devido à menor pesca de capelin”, disse.

Assim como outras empresas aéreas europeias falidas, a Wow lutava para fazer frente aos custos flutuantes de combustível e ao excesso de capacidade no setor. As várias rodadas de conversas com potenciais investidores no final não levaram a um resgate.

Mais desemprego e alta de preços

O banco central disse na terça-feira que a “deterioração das perspectivas econômicas fez com que as estimativas de inflação mudassem bastante em um curto período de tempo”. Na terça-feira o banco revisou sua previsão de desemprego para este ano de 3,1% para 3,9%, enquanto prevê que a inflação atingirá um máximo de 3,4% em 2019, antes de conseguir baixar para a meta de 2,5% nos próximos dois anos.

A coroa islandesa caiu 0,6%, para 138,7 por euro, na manhã de quarta-feira. Não é a primeira depreciação: a moeda já caiu 3,7% este ano.

O Governo indicou que poderia intervir para ajudar a economia. Passou os últimos anos reduzindo a dívida, enquanto o banco central engordou suas reservas cambiais. “Embora a contração econômica seja um desafio para as famílias e empresas, a economia é muito mais resistente do que antes”, disse o banco. “Além disso, a política monetária tem uma margem considerável para responder à contração, especialmente se a inflação e as expectativas de inflação permanecerem próximas da meta, como se espera atualmente.”

A Wow Air anunciou a falência em 28 de março, depois de não ter conseguido chegar a um acordo com investidores para injetar capital novo na empresa. “Nosso tempo acabou e, infelizmente, não conseguimos garantir o financiamento da empresa”, disse na ocasião o presidente Skuli Mogensen em uma carta aos empregados. “Nunca me perdoarei por não ter agido antes”, acrescentou. Mogensen trabalhou durante meses para salvar a companhia aérea que fundou em 2011, buscando acordos com possíveis investidores para o resgate, inclusive com sua rival de maior porte, a Icelandair, e a empresa norte-americana de capital privado Indigo Partners. No entanto, não conseguiu um acordo a tempo e o Governo disse que não usaria o dinheiro dos contribuintes para o resgate.

Juntamente com a Icelandair, a Wow desempenhou um papel fundamental no boom do turismo na Islândia durante dez anos. A companhia aérea transportou 3,5 milhões de passageiros no ano passado. Quando faliu, foi anunciado que estava prevista uma queda do fluxo turístico para a Islândia em 2019 pela primeira vez em dez anos, segundo informou a empresa operadora do Aeroporto Internacional de Keflavik.