Gorilas

A história da selfie com Ndeze e Ndakasi, duas gorilas órfãs que posam com seu cuidador

"Estão sempre prestando atenção na gente", diz o autor da foto e guarda do Parque Nacional Virunga

Por mais selfies que você tenha em seu celular, é difícil que alguma seja melhor que essa.

As gorilas Ndeze (esquerda) e Ndakasi (direita) posam com Mathieu. No fundo, seu colega Patrick
As gorilas Ndeze (esquerda) e Ndakasi (direita) posam com Mathieu. No fundo, seu colega PatrickCortesia de Mathieu Shamavu

As protagonistas são as gorilas de 12 anos Ndeze (esquerda) e Ndakasi (direita). “Quando vi como a foto havia saído fiquei muito feliz”, diz à Verne por e-mail o autor da selfie, a pessoa que aparece em primeiro plano. É Mathieu Shamavu, um dos guardas florestais do Parque Nacional Virunga, no leste da República Democrática do Congo. No fundo se vê seu colega Patrick Sadiki.

Como era de se esperar, a imagem circulou muito pelas redes sociais, tanto no Twitter como no Facebook. “Não me surpreende. Entre esses animais, ocorrem muitos milagres como esse. É preciso viver com eles para entender”, diz Shamavu, que fez a selfie com seu celular em 18 de abril. Afirma que os chamou por seus nomes e imediatamente olharam em direção ao telefone: “Estão sempre prestando atenção na gente”. Em uma postagem da página oficial do Facebook do Parque Nacional Virunga, dizem que esses animais sempre agem de “forma atrevida”.

You might have recently seen caretakers Mathieu and Patrick’s amazing selfie with female orphaned gorillas Ndakazi and...

Gepostet von Virunga National Park am Montag, 22. April 2019

Ndeze e Ndakasi vivem no Centro Senkwekwe, um espaço do Parque destinado a criar gorilas órfãos. Por isso se vê uma cerca na parte esquerda da imagem. As duas gorilas foram resgatadas com poucos meses de idade em 2007, após caçadores ilegais matarem seus pais. “Conheço essas gorilas há muito tempo. Como foram criadas em nosso santuário, consideram os guardas como sua família. Para nós não é perigoso, mas nem todo mundo pode se aproximar tanto”, diz Shamavu. Outros dois gorilas de oito e quatro anos vivem com Ndeze e Ndakasi.

Mais informações

O guarda florestal afirma que não é comum que os gorilas se mantenham tão erguidos sobre duas patas, mas teve “sorte” ao captar essa postura em sua imagem. São gorilas da montanha, uma espécie que vive, principalmente, no leste da República Democrática do Congo. De acordo com a Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza, os gorilas da montanha correm risco de extinção. Só restam 600 gorilas como Ndeze e Ndakasi em liberdade. De todos eles, 25% vivem no Parque Nacional Virunga.

Uma de suas maiores ameaças são os caçadores ilegais, justamente os responsáveis por essas duas gorilas ficarem órfãs. E não só os animais estão ameaçados: cinco guardas do Parque Nacional foram assassinados por caçadores ilegais em 2018. Desde 1996, mais de 130 guardas do Parque Nacional foram assassinados pelos caçadores, às vezes ligados a grupos de milicianos contrários ao Governo. Essa região da República Democrática do Congo é uma das mais conflitivas do país.

Selfies com animais

Os autorretratos em que os animais olham diretamente à câmera são um clássico das redes sociais. É muito normal que sejam divulgados maciçamente. Um bom exemplo é o do macaco Naruto. Em 2011, o primata indonésio apertou o botão da câmera que um fotógrafo havia deixado no chão. E tirou uma foto de si mesmo. O dono do aparelho, o fotógrafo David Slater, conseguiu fazer com que a Justiça norte-americana lhe desse os direitos autorais da imagem, após discussão pelo fato de ter sido o animal a apertar o botão da câmera.

O fotógrafo David Slater com a selfie feita por 'Naruto'
O fotógrafo David Slater com a selfie feita por 'Naruto'Thomas Gaffney (Caters news)