Seleccione Edição
Login

Brumadinho: as últimas notícias sobre o rompimento de barragem da Vale

Número de mortes na tragédia chega a 166, mas buscas por 155 pessoas desaparecidas continuam

Brumadinho notícias Ver galeria de fotos
Interior de um escritório da Vale em Brumadinho, tirada 20 dias após o rompimento da barragem. AFP
Brumadinho / São Paulo / Brasília

A tragédia provocada pelo rompimento da barragem da mineradora Vale em Brumadinho (MG) ainda mobiliza uma intensa operação de buscas pelos desaparecidos. Balanço divulgado em 14 de fevereiro pelo Corpo de Bombeiros e pela Defesa Civil de Minas Gerais aponta que foram encontrados 166 corpos (160 deles já identificados), mas 155 pessoas continuam desaparecidas. A barragem 1 de rejeitos de minério de ferro da Mina do Feijão rompeu no início da tarde do dia 25 de janeiro, uma sexta-feira, deixando um rastro de destruição e mortes no município, que fica na região metropolitana de Belo Horizonte e tem cerca de 36.000 habitantes.

Além das mortes causadas, o tsunami de rejeitos de minério de ferro soterrou casas, pousadas e sítios, atingiu o rio Paraopeba (um dos afluentes do rio São Francisco), e provocou danos ambientais tão graves quanto os gerados pelo desastre de Mariana (2015).

Os destaques da cobertura da tragédia da Vale:

As últimas notícias de Brumadinho:

MAIS INFORMAÇÕES