Gerson Camata, ex-governador do Espírito Santo, é assassinado em Vitória

De acordo com Secretaria de Segurança do Estado, político de longa trajetória no MDB foi morto a tiros por ex-assessor em frente a um restaurante nesta quarta-feira

Gerson Camata (MDB) foi assassinado nesta quarta-feira em Vitória.
Gerson Camata (MDB) foi assassinado nesta quarta-feira em Vitória. (Agência Senado)

MAIS INFORMAÇÕES

O ex-senador e ex-governador do Espírito Santo, Gerson Camata, 77, foi assassinado a tiros em frente a um restaurante na Praia do Canto, em Vitória, na tarde desta quarta-feira. De acordo com informações preliminares da Secretaria de Estado da Segurança Pública, ele teria sido alvejado por disparos de armas de fogo executados por seu ex-assessor, Marcos Venicio Moreira Andrade, 66, que foi detido pela polícia e encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A motivação do crime ainda não foi esclarecida.

Filiado ao MDB desde a retomada do pluripartidarismo no início da década de 1980, Camata governou o Espírito Santo entre 83 e 86, além de ter exercido três mandatos como senador do Estado. Incluindo dois mandatos de deputado federal, passou mais de 30 anos no Congresso Nacional. Antes de se lançar à política, formou-se em economia pela Universidade Federal do Espírito Santo e fez fama como apresentador de um programa na Rádio Cidade, da capital capixaba. Era casado com Rita Camata, que, também filiada ao MDB, concorreu à vice-presidência da República na chapa de José Serra (PSDB), em 2002. Ele deixa dois filhos.

Renato Casagrande, governador eleito do Espírito Santo pelo PSB, se disse "consternado com o brutal assassinato do ex-governador Gerson Camata. Lamentável que um homem como ele, que tanto contribuiu para o desenvolvimento do nosso Estado, tenha perdido a vida de forma tão trágica". O partido de Camata também emitiu uma nota de pesar sobre o assassinato. "O MDB se solidariza com todos os capixabas, familiares e amigos pela perda de forma trágica e violenta do ex-governador Gerson Camata, um dos mais importantes quadros do partido e do processo de redemocratização do país. Camata teve sua trajetória marcada pelo compromisso com seu Estado, tendo sido um dos senadores mais atuantes ao longo de mais de 20 anos de mandato."

Arquivado Em: