_
_
_
_

Bélgica vira sobre o Japão no último minuto e pega o Brasil nas quartas

Belgas levam 2 a 0 mas viram o placar com um gol de contra-ataque no apagar das luzes

Belgas vencem no último segundo de jogo
Belgas vencem no último segundo de jogoLaurence Griffiths (Getty Images)
Mais informações
“Ótima geração belga” amadurece antes da prova de fogo contra o Brasil
Como ficaram as oitavas de final da Copa do Mundo
A grandeza de vencer sem ganhar

A Bélgica tomou um susto e foi pressionada pelo Japão o tempo inteiro, mas em uma virada espetacular acabou ficando com a vitória no último segundo de jogo: 3 a 2 para os belgas, em Rostov, pelas oitavas de final da Copa do Mundo Rússia 2018. Agora, a seleção belga enfrenta o Brasil, que ganhou do México por 2 a 0 nesta manhã. A “ótima geração belga” vem confirmando o talento de seus craques e avança às quartas de final, mesma colocação alcançada na última Copa, em 2014.

Depois de um primeiro tempo em que as seleções ficaram no 0 a 0 e alternaram bons momentos na partida, a segunda etapa começou de forma eletrizante. O Japão abriu o placar logo aos dois minutos com contra-ataque rápido armado por Shibasaki que lançou Haraguchi. Pouco depois, aos seis minutos, a bola sobrou espirrada para Kagawa, que fez bela jogada chapelando o zagueiro belga e tocou para trás para finalização de Inui. Era o 2 a 0 japonês surpreendendo os belgas.

Depois de alguns momentos em que a Bélgica ficou meio perdida em campo, Vertonghen, aos 24 minutos, achou um gol depois de cobrança de escanteio. Ele tentou cabecear para dentro da área japonesa, mas a bola acabou encobrindo o goleiro Kawashima e entrando. Bola alta na área, aliás, revelou-se o grande problema do Japão na partida. A Bélgica soube aproveitar e, aos 28 minutos, Hazard cobrou para a área e Fellaini, que tinha acabado de entrar do banco de reservas, finalizou de cabeça. Tudo igual 2 a 2.

No final, a partida parecia se encaminhar para as prorrogações quando o Japão teve falta para cobrar no meio campo. Honda, que começou o jogo como reserva, armou uma barreira para iludir o goleiro belga e finalizou com força. Courtois teve que se esticar todo, mas conseguiu espalmar para fora. Escanteio para o Japão, quase 49 minutos de segundo tempo, e aí veio a virada. O goleiro belga ficou com a bola cruzada sem problemas, saiu em contra-ataque rápido tocando para De Bruyne. Ele avançou, tocou para Meunier que cruzou para a área. Lukaku deixou passar e Chadli, outro que tinha entrado na segunda etapa, arrematou para virar.

3 a 2 para a Bélgica em um jogo em que o Japão jogou muito bem, mas acabou sendo punido no final. Os japoneses não ganharam nenhuma bola aérea durante toda a partida, mas arriscaram um escanteio alto no final e deixaram a zaga totalmente desprotegida. Foram punidos por uma bobagem estratégica. A Bélgica teve 56% de posse de bola e chutou oito bolas no alvo, enquanto o Japão chutou quatro. Agora, os japoneses voltam para a casa e os belgas encontram a seleção brasileira nesta sexta-feira. Eles vão para tentar avançar para a semifinal pela primeira vez, o Brasil corre em busca do hexa.

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS
_
_