Assassinado a tiros o polêmico rapper XXXTentacion em Miami

O cantor, de 20 anos, morreu no hospital depois de receber vários disparos quando saía de uma loja

Policiais junto ao veículo do cantor XXXTentacion
Policiais junto ao veículo do cantor XXXTentacionJohn McCall (AP)

O rapper norte-americano XXXTentacion (seu nome real era Jahseh Dwayne Onfroy) morreu nesta segunda-feira aos 20 anos depois de receber vários disparos quando saía de uma loja de motos em direção ao seu carro, em Deerfield Beach, norte de Miami, segundo autoridades.

XXXTentacion depois de ser preso em 2017
XXXTentacion depois de ser preso em 2017AP

XXXTentacion foi levado para o hospital, onde morreu pouco depois. Os dois suspeitos do ataque, que ocorreu por volta das 16h (horário local, 17h em Brasília), fugiram em uma caminhonete escura, segundo a polícia, que não descartou a hipótese de roubo.

O cantor enfrentava acusação de violência doméstica depois de suposta agressão à noiva grávida, o que ele negava. Onfroy lançou seu primeiro álbum em 2017, 17, e em março deste ano lançou o segundo, chamado ?, com o qual foi número um em sua estreia na lista de todos os gêneros da Billboard 200, na qual também se destacou com seus singles Sad! e Changes.

Mais informações
A revolução de Anitta é feminista?
Rincon Sapiência quer matar o senhor de engenho e ainda te fazer dançar

O artista começou a compor depois de ser liberado de um centro correcional juvenil e lançou, em 2013, sua primeira  música na plataforma de distribuição de áudio SoundCloud, titulada News/Flock. Sua música, muito obscura e de sons apagados, com frequência evocava sua depressão e seu passado criminoso.

Suas canções haviam sido eliminadas das listas de reprodução de Spotify como parte da nova política da plataforma, que quer deixar de destacar os artistas que fizeram "algo particularmente nocivo ou odioso".

Mais informações

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS