AO VIVO | Um avião de passageiros cai em Cuba depois de decolar do aeroporto de Havana

A aeronave, da companhia Cubana de Aviación, é um Boeing 737

Equipe de resgate e do Corpo de Bombeiros no local onde caiu o avião da companhia Cubana Aviación nesta sextaVídeo: AFP
Pablo de Llano

Um avião de passageiros da companhia Cubana de Aviación, modelo Boeing 737, caiu nesta sexta-feira perto de Havana pouco depois de decolar do aeroporto José Martí, localizado na capital do país caribenho, segundo informaram vários meios de comunicação cubanos. A aeronave, em que viajavam cerca de 100 passageiros, bateu poucos minutos depois do início do voo, que ia em direção a Holguín, uma cidade de 350.000 habitantes, localizada no leste de Cuba.

Na aeronave viajavam 104 passageiros mais a tripulação. O avião foi alugado pela companhia estatal Cubana de Aviación, com tripulação estrangeira, segundo as primeiras informações de agências internacionais baseadas em Cuba.

A agência latino-americana Prensa Latina informou que se pode ver do aeroporto uma enorme coluna de fumaça. De acordo com o jornal independente 14ymedio, na capital se escutam sirenes do corpo de bombeiros. "Forças de resgate estão se dirigindo até o aeroporto".

Segundo informa a agência de notícias Reuters, mais de 100 pessoas morreram no acidente. O Granma, órgão oficial do governo cubano, diz que três mulheres sobreviveram e já estão internadas em estado crítico no Hospital Universitário General Calixto García, em Havana.

Acompanhe as últimas notícias

Encerramos a cobertura em tempo real do acidente em Cuba. Siga acompanhando as atualizações no EL PAÍS: http://cort.as/-5qms Boa noite!
As três sobreviventes do acidente estão em estado grave. A única identificada é Emiley Sánchez de la O, de 39 anos, residente em Holguín. Ela está com 30% do corpo queimado. Veja o que se sabe até agora sobre a queda do avião: http://cort.as/-5qky
"Uma hora vi que o avião tentou pousar, mas evidentemente não conseguiu. A explosão abalou tudo. Comecei a correr porque senti medo, e depois vi que as pessoas de uma aldeia vinham ajudar", conta à AFP o músico Yasniel Díaz, que estava próximo ao local do acidente
Érica Saboya
O Ministério das Relações Exteriores da Argentina informou que dois cidadãos argentinos morreram no acidente: "O governo da República Argentina está profundamente consternado com a morte dos compatriotas"
Érica Saboya
Ainda estavam entre os tripulantes: a primeira comissária Abigail Hernández García e a primeira comissária de bordo Guadalupe Beatriz Limón García; e o técnico de manutenção, Marco Antonio López Pérez
Érica Saboya
A Global Air também divulgou o nome dos tripulantes que estavam no voo. São eles: o comandante Jorge Luis Núñez Santos, o primeiro oficial Miguel Ángel Arreola Ramírez; a superintendente sênior María Daniela Ríos Rodríguez
Érica Saboya
A Global Air, responsável pelo Boeing 737-200, afirmou que o voo fazia a rota Havana-Holguín pela empresa Cubana de Aviação e que 104 passageiros e seis tripulantes estavam na aeronave no momento do acidente
Érica Saboya
3 - "Assim que houver informação oficial, será divulgado o número de vítimas de nacionalidade mexicana"
Érica Saboya
2 - "Assim que o México foi informado sobre o acidente, o cônsul mexicano em Havana foi imediatamente ao aeroporto para obter informações e oferecer toda a assistência e proteção consular necessárias"
Érica Saboya
O Ministério das Relações Exteriores do México divulgou as seguintes informações: 1 - “Sabe-se que, infelizmente, há cidadãos mexicanos entre as pessoas que perderam a vida neste acidente”
Érica Saboya
O jornal oficial ‘Granma’ afirmou que a maioria dos passageiros era cubana, exceto cinco estrangeiros e seis membros da tripulação
Érica Saboya
Diogo Magri
Bombeiro trabalha em meio aos destroços. Foto: Reuters.
Diogo Magri
Diogo Magri
Uma das sobreviventes do acidente em Cuba. Foto: EFE
Diogo Magri
Diogo Magri
Confirmado, pela agência Reuters, que mais de 100 pessoas morreram no acidente. As três sobreviventes já estão no hospital de Havana, em estado grave.
Diogo Magri
Diogo Magri
Dos tripulantes, cinco eram mexicanos. Um grupo de famílias já está na sede da companhia Global Air, na Cidade do México, proprietária do avião, que foi alugado pela companhia Cubana de Aviación.
Diogo Magri
Diogo Magri
Informação do Granma, diário oficial cubano: quatro sobreviventes chegaram ao hospital em Havana, um homem e três mulheres. O homem faleceu, enquanto as mulheres estão em estado crítico.
Diogo Magri
Diogo Magri
Bombeiro apaga fogo durante o acidente. Foto: Reuters.
Diogo Magri
Diogo Magri
Imagens do acidente em Havana. Foto: AP
Diogo Magri
Diogo Magri
Veículos oficiais da imprensa cubana informam que o piloto da aeronave teria feito uma manobra durante a queda para evitar que o avião caísse sobre uma área urbana. O acidente se deu em uma plantação de batata-doce, próxima ao aeroporto José Martí.
Diogo Magri
Diogo Magri
Informa o Granma que as três mulheres sobreviventes já estão no Hospital Universitário General Calixto García, em Havana.
Diogo Magri

Arquivado Em

Recomendaciones EL PAÍS
Recomendaciones EL PAÍS