Seleccione Edição
Login

Cynthia Nixon apresenta sua candidatura ao governo de Nova York

Atriz de ‘Sex and the City’ desafia democrata Andrew Cuomo com mensagem progressista

Em um vídeo de dois minutos de duração postado nas redes sociais, a atriz Cynthia Nixon anunciou formalmente sua candidatura ao cargo de governador, concorrendo com Andrew Cuomo. “Alguma coisa deve mudar”, diz a estrela que interpretou a advogada Miranda Hobbes na série Sex and the City. Agora deve encarar seis meses de campanha até a realização das primárias democratas.

“Nova York é minha casa”, diz no início de sua primeira propaganda eleitoral, “nunca vivi em outro lugar”. A partir daí conta que foi criada pela mãe em um apartamento modesto sem elevador e que, nessa mesma cidade, está vendo seus três filhos crescerem. Na primeira parte faz uma defesa direta do ensino público e reconhece que teve oportunidades que as crianças de hoje não têm.

Nesse momento passa para o ataque, dizendo que os atuais líderes políticos estão decepcionando os cidadãos. “Somos o estado mais desigual em todo o país”, afirma, citando a riqueza “incrível” acumulada pelas classes mais altas e que contrasta com a pobreza extrema dos mais marginalizados. “Metade das crianças da zona norte vivem abaixo da linha da pobreza”, observa.

Cynthia Nixon durante o estado da união das pessoas, realizado um dia antes do discurso do Estado da União de Donald Trump.
Cynthia Nixon durante o estado da união das pessoas, realizado um dia antes do discurso do Estado da União de Donald Trump. Reuters/cordon press

Nixon se pergunta em voz alta como se permitiu que se chegasse a essa situação. A candidata defende uma mudança “para que nosso Governo volte a funcionar” e cita questões sensíveis como a saúde, a massificação dos presídios e o congestionamento da infraestrutura de transporte na área metropolitana mais importante dos Estados Unidos, em que residem 12 milhões de pessoas.

“Estamos fartos de políticos que se preocupam mais com as manchetes e com o poder do que conosco”, afirma a atriz na voz de fundo. Nesse momento, entra um vídeo de um discurso recente no qual diz que “isso não pode continuar” e fala em dar “uma virada no sistema” se realmente se quer acabar com a desigualdade econômica e social que sofrem os nova-iorquinos.

Nixon, de 51 anos de idade, conclui dizendo que chegou a hora de os eleitores se fazerem ouvir, “se tornarem visíveis e lutar”. “Juntos podemos ganhar essa briga”, diz sentada em um trem olhando para a câmera. Como dizem os analistas políticos, será uma batalha para ganhar o coração dos democratas em muitos aspectos.

Desde que começou a abrir caminho para sua candidatura em agosto passado a atriz tem recebido um apoio crescente. Há duas semanas, essa possibilidade se tornou evidente e ela foi vista pelas ruas de Manhattan com uma equipe que a filmava enquanto passeava por diferentes bairros. As pesquisas mais recentes mostram que seu perfil anti-Trump tem apelo entre os jovens.

O embate eleitoral deve ser duro. Andrew Cuomo, ex-secretário de Justiça do estado, tem um orçamento de campanha de 30 milhões de dólares e seu nome é citado como possível candidato à presidência dos Estados Unidos. As pesquisas lhe dão um apoio de 66% dos eleitores, frente aos 19% de Cynthia Nixon. O democrata está no cargo de governador desde 2011.

As eleições acontecem no início de novembro, coincidindo com a renovação de metade das cadeiras do Congresso. Cuomo acelerou durante os últimos dias todo o seu aparato de campanha para angariar o maior apoio possível de grupos progressistas, antecipando a manobra da atriz. Nixon acredita, porém, que ele não é liberal o bastante e pede aos eleitores que se mobilizem para dar uma virada mais à esquerda.

MAIS INFORMAÇÕES