Procuradoria belga confirma que explosão foi atentado terrorista frustrado

Estação Central de metrô foi fechada após tiroteio e explosão nos arredores

Um soldado vigia os acessos à estação central de Bruxelas nesta terça-feira.
Um soldado vigia os acessos à estação central de Bruxelas nesta terça-feira.Geert Vanden Wijngaert (AP)

MAIS INFORMAÇÕES

Bruxelas viveu nesta terça-feira uma tentativa frustrada de ataque terrorista. A estação central de Bruxelas foi fechada nesta terça-feira após um tiroteio e uma explosão nos arredores do local, que é um dos principais centros de transporte da capital europeia. De acordo com a Procuradoria belga, o caso é tratado como um "atentado terrorista". Até o momento, não foram localizados feridos. A polícia diz que a situação já está sob controle.

Um homem apontado como o responsável pela explosão foi morto por militares. Ele foi "neutralizado" pelas forças de segurança pouco depois de provocar a explosão, de acordo com a Promotoria de Bruxelas.

O tráfico ferroviário foi suspenso nesse meio de transporte e não há circulação de trens nas duas linhas de metrô da cidade. Os acessos à estação estão fechados e em toda a região há um grande reforço de forças de segurança e militares.

Completam-se 15 meses dos atentados de março de 2016, que deixaram 32 mortos e centenas de feridos no metrô de Malbeek (muito perto das instituições europeias) e no aeroporto de Zaventem. A cidade continua em alerta, com a presença de veículos militares e soldados nos aeroportos e estações.

Arquivado Em: