Eleições Estados Unidos 2016

Assim votaram hispânicos, negros, mulheres e brancos

Os gráficos abaixo mostram a evolução do voto de diferentes grupos nas eleições presidenciais dos Estados Unidos desde 1976, de acordo com dados publicados pelo Roper Center. Baseiam-se em pesquisas de boca de urna e mostram a porcentagem de pessoas classificadas nos grupos que afirmaram ter votado no candidato do partido político representado.

O VOTO DOS HISPÃNICOS. Os norte-americanos de origem hispânica escolheram, sem exceção desde 1976, o Partido Democrata. O candidato com o maior percentual de votos neste grupo foi Jimmy Carter, em 1976. O republicano que mais convenceu os hispânicos foi George W. Bush, na eleição de 2004.

O VOTO DOS NEGROS. Outro grupo que prefere os democratas eleição após eleição é o dos afro-americanos. Com uma proporção, aliás, mais acentuada do que a dos hispânicos. O candidato republicano que obteve o maior número de votos dos eleitores deste grupo foi Gerald Ford, em 1976. Entre os democratas, Barack Obama, em 2008, arrasou com 95% dos votos, de acordo com pesquisas do Roper Center.

O VOTO DAS MULHERES. Com uma ligeira predisposição a votar nos democratas aparecem as mulheres, tendência ainda mais acentuada nas últimas cinco eleições. Barack Obama, com 56% dos votos, foi o democrata que conquistou a maior proporção do voto feminino. Entre os republicanos, foi Ronald Reagan, com 58%.

O VOTO DOS BRANCOS. O Partido Republicano normalmente obtém a maioria dos votos dos brancos. Em nenhuma das 10 eleições presidenciais analisadas os democratas foram os preferidos. O mais próximo que chegaram de arrebatar a maioria do voto dos brancos foi em 1992, quando Bill Clinton e George Bush pai disputaram as eleições. O candidato que obteve a maior vantagem neste grupo foi Ronald Reagan, em 1984.

Dados em porcentagem. Fonte: Roper Center