Kardashians

Homens armados levam joias avaliadas em 36 milhões de reais de Kim Kardashian em Paris

Cinco homens entraram em uma luxuosa residência na capital francesa

(atlas)

MAIS INFORMAÇÕES

Kim Kardashian estava em Paris para a Semana da Moda, como costuma fazer regularmente. A noite de domingo havia começado bem, com o desfile da grife Balenciaga, ao qual a estrela dos reality shows assistiu na primeira fila, com uma gabardina aberta sobre um decote vertiginoso, seguido pela coleção da Givenchy. “Dia sem maquiagem”, postou ela aos seus 84 milhões de seguidores do Instagram e aos 48 milhões do Twitter, acompanhando uma foto sua a caminho das passarelas. Mas o fim de semana de Kardashian em Paris acabou em pesadelo, com um assalto à mão armada dentro da residência de luxo onde ela se hospedava. Os ladrões levaram um botim estimado em 36 milhões de reais, incluindo um anel avaliado em cerca de 14,4 milhões. Fisicamente ilesa, mas muito abalada, Kardashian deixou a capital francesa assim que acabou de prestar depoimento à polícia, nesta segunda-feira pela manhã, quando foi vista embarcando num jato particular no aeroporto de Le Bourget.

View this post on Instagram

💎💎💎

A post shared by Kim Kardashian West (@kimkardashian) on

Eram quase 3h (22h de domingo pelo horário de Brasília) quando cinco homens armados e vestidos como policiais entraram no condomínio de luxo do elegante e central bairro de La Madeleine. Primeiro, amarraram o guarda na recepção, ameaçando-o com uma arma. Três dos assaltantes ficaram vigiando a porta do imóvel, e dois deles entraram no quarto, onde a estrela estava sozinha, já que seu guarda-costas havia saído. Ela também foi amarrada e trancada num banheiro durante o roubo, segundo relato de fontes policiais à imprensa local. Kardashian estava “bastante mal, mas sem danos físicos”, disse sua assessora de imprensa, Ina Treciokas. A imprensa dos EUA relata também que ela teve uma pistola apontada para a cabeça. A polícia suspeita que os ladrões, ainda não identificados, teriam fugido de bicicleta.

Kim Kardashian, a sua chegada esta tarde a seu apartamento em Nova York.
Kim Kardashian, a sua chegada esta tarde a seu apartamento em Nova York.James Devaney (GC Images)

Os investigadores ainda calculam o valor do roubo, que, segundo a vítima, seria em torno de 10 milhões de euros (36 milhões de reais), sendo 4 milhões correspondentes a um único anel. Pode se tratar de seu famoso anel de casamento de 20 quilates, desenhado por Lorraine Schwartz, que Kadashian gostava tanto de exibir nas redes sociais, ou alguma outra peça da conhecida joalheria que ela mostrou no Instagram há poucos dias. O restante do butim seria formado por uma caixa com mais joias, à qual se somariam dois celulares.

Seu marido, o rapper Kanye West, estava dando um show em Nova York, no festival de The Meadows, no momento em que os fatos aconteceram. Pouco depois de iniciar a apresentação, ele foi informado do ocorrido e interrompeu o concerto devido a uma “emergência de ordem familiar”. Por sorte, os dois filhos do casal — North, de 3 anos, e Saint, de nove meses — não estavam com a mãe na hora do crime. Kim Kardashian já aterrissou nos EUA e foi fotografado chegando ao seu prédio em Manhattan, cercada de forte aparato de segurança, junto com o marido e sua mãe, Kris Jenner.

A agressão ameaça fragilizar um pouco mais a imagem da capital francesa, que perdeu mais de um milhão de turistas devido principalmente aos atentados jihadistas do ano passado. A prefeita de Paris, Anne Hidalgo, foi obrigada a reagir e a “condenar a agressão” em um comunicado ao meio-dia (hora local), depois de uma manhã em que o evento tomou conta do noticiário. “Este ato muito pouco frequente ocorreu em um local privado e não coloca em questão, de forma alguma, o trabalho dos policiais e da segurança no espaço público”, insistiu a prefeita. “Dou meu apoio a Kardashian e quero lhe dizer que ela será sempre bem-vinda a Paris”, declarou a prefeita pelo Twitter.

Há alguns dias, a celebridade da televisão norte-americana, também empresária de sucesso, que chegou a estar na capa da revista Forbes, já havia levado um susto nas ruas de Paris quando Vitalii Sedjuk, conhecido por ter avançado sobre celebridades como Gigi Hadid e Brad Pitt, driblou a segurança para lhe aplicar um beijo no traseiro. Um dos integrantes da equipe de segurança de Kardashian se atirou sobre o agressor, que em poucos segundos estava totalmente dominado no chão. Mais tarde, no Instagram, Sedjuk afirmou que seu gesto fora um “protesto contra Kim por ela usar implante nas nádegas”.