Seleccione Edição
Login

12 presos nos Estados Unidos por espalhar um boato sobre palhaços ‘aterrorizantes’

Notícias começaram em agosto e ocorreram em pelo menos sete Estados do país

Palhaços estados unidos
Imagem de um palhaço. EFE

Desde agosto, numerosas denúncias em diversos estados dos Estados Unidos alertaram sobre a presença de palhaços perseguindo pessoas, cometendo crimes ou simplesmente observando um bairro. Mas muito pouco disso é verdade. De acordo com publicação do jornal The New York Times, as investigações das autoridades levaram à prisão de 12 pessoas por inventarem as histórias.

O primeiro caso ocorreu no condado de Greenville (Carolina do Sul). Várias pessoas alegaram ter visto palhaços oferecendo dinheiro a crianças para convencê-las a irem com eles. Desde então, esse tipo de depoimento – que aterrorizou vizinhanças inteiras – se espalhou por outros seis Estados do país.

Mas parece que o auge dessas histórias está acabando. Há duas semanas, a polícia de LaGrange, na Geórgia, atendeu a uma ligação de Brandon Moody, de 26 anos, que afirmava ter visto alguém fantasiado ao lado de um furgão branco. Os agentes registraram o veículo e falaram com o proprietário, mas não encontraram roupas de palhaço e outras provas que comprovassem a fala de Moody. Ao ser investigado, o jovem afirmou que inventou a história. Moody e um parente foram presos por conduta ilegal.

Outras dez pessoas foram presas em diferentes áreas do país após admitirem que também divulgaram informação falsa ao dizer que viram palhaços. Ainda que se desconheça uma razão concreta sobre por que tantas pessoas inventaram essas informações, psicólogos apontaram uma ânsia por chamar a atenção com histórias que não podem ser facilmente desmentidas.

MAIS INFORMAÇÕES