Chama olímpica chega ao Rio

Cidade sede dos Jogos 2016 recebe a chama olímpica, que percorreu mais de 300 cidades do país

Chama olímpica no Rio
O prefeito Eduardo Paes recebe dos medalhistas olímpicos Torben (à esq.) e Lars Grael a tocha olímpica. EFE

A chama olímpica finalmente chegou ao Rio de Janeiro, cidade sede dos Jogos Olímpicos 2016. 104 dias após ser acesa no estádio de Panathinaiko, em Atenas, sede há 120 anos, dos primeiros Jogos da era moderna, cruzar o Oceano Atlântico e percorrer 324 cidades do Brasil, o fogo que simboliza a paz  chega à cidade transportada por um veleiro, a dois dias da abertura oficial das olimpíadas.

O meio escolhido para transportar a chama olímpica foi uma homenagem a vela, o esporte que mais medalhas de ouro deu ao Brasil na história dos Jogos. Em Niterói, cidade vizinha ao Rio de Janeiro, a tocha embarcou no barco Aileen, com o qual o país conquistou a prata nos Jogos de Estocolmo 1912. De lá, passou a Lady Lou para atravessar a Bahia de Guanabara, entre Niterói e Rio, em uma viagem da qual participaram sete atletas olímpicos. Deste veleiro, passou a outra embarcação guiada por doze remadores da Marinha brasileira, sendo finalmente entregue ao prefeito do Rio, Eduardo Paes, pelos velejadores medalhistas olímpicos Torben e Lars Grael.

A abertura oficial dos Jogos Olímpicos 2016 acontece na próxima sexta-feira, dia 5. Nesta quarta-feira, dia em que a chama chegou ao Rio, a seleção feminina de futebol estreia às 16h.

MAIS INFORMAÇÕES