Seleccione Edição
Login

Sogra de Bernie Ecclestone é libertada depois de nove dias de sequestro

Polícia paulista localiza cativeiro de Aparecida Schunk em Cotia, na Grande São Paulo, após rastrear e-mail de sequestradores

Bernie Ecclestone e Fabiana Flossi Ecclestone
Ecclestone e sua esposa, Fabiana Flosi Ecclestone.

Depois de nove dias mantida em um cativeiro na Grande São Paulo, Aparecida Schunck, sogra do dirigente da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, foi libertada pela polícia. Mãe de Fabiana Flosi Ecclestone, Aparecida foi sequestrada em sua casa na zona sul da capital paulista na sexta-feira, 22, quando abriu a porta para receber móveis que ela havia encomendado, segundo informa o jornal O Estado de S. Paulo. Os entregadores que tocaram a campainha para anunciar a encomenda, porém, eram sequestradores que a levaram para um cativeiro na região de Cotia, na Grande São Paulo. Para libertá-la, eles teriam exigido um resgate de 168 milhões de euros, segundo o jornal.

O pedido de dinheiro foi feito por e-mail, o que teria facilitado à polícia localizar o cativeiro. O resgate não foi pago e dois bandidos foram presos. O fato de Aparecida efetivamente estar esperando uma entrega levantou a suspeita de que o crime foi cometido com ajuda de alguém conhecido da família.

Ecclestone é um dos homens mais ricos do mundo com uma fortuna avaliada em 2,8 bilhões de euros, segundo a revista Forbes. Ele é casado com Fabiana desde 2012 e vive com ela em Londres.