eleições eua

Pence, o ultraconservador que pensou em ser padre e candidato a vice de Trump

O companheiro de chapa de Trump se declara “cristão, conservador e republicano”

Mike Pence, companheiro de chapa de Donald Trump.
Mike Pence, companheiro de chapa de Donald Trump.RICK D'ELIA (EFE)

Pence, 57 anos, governador de Indiana e cristão evangélico, nasceu em Columbus (Indiana) no seio de uma família humilde. Neto de imigrantes irlandeses, foi o primeiro de seis irmãos a nascer nessa cidade, para onde a família se mudou de Indianápolis por causa do trabalho do seu pai em uma empresa de petróleo.

Mais informações

Depois de frequentar o colégio St. Columbia, Pence estudou História na Universidade de Hanover. Lá, contou sua mãe, Nancy, em 2013, “Mike entrou em uma profunda transformação espiritual e chegou a considerar seriamente ser padre”. Apesar de ter recebido uma educação católica na infância, Pence se converteu ao evangelismo durante o período universitário. Em seguida, estudou Direito na Universidade de Indiana, onde se formou em 1986.

Em 1987, o pai do Pence, Ed, “ficou muito zangado”: seu filho anunciou à família que se candidataria a deputado federal. Ed Pence não entendia a vontade do seu filho de entrar para a política.

Rejeita taxativamente o aborto, é contrário a restringir o uso das armas e prega um Governo pequeno

O jovem Pence fracassou duas vezes nas urnas e decidiu trocar as ambições políticas por um programa de rádio, decantando-se por uma paixão jornalística que tinha tido desde a época da escola. O atual governador usou seu programa, de quase três horas diárias, para consolidar suas opiniões políticas e expor sua fervorosa crença na família, na religião e numa visão política conservadora. Depois de dirigir um laboratório de ideias conservador em Indiana, voltou a tentar a política, desta vez com mais sorte.

Com 12 anos de experiência na Câmara de Representantes (deputados), Pence se define como um “cristão, conservador e republicano”, nessa ordem. Seus ideais políticos se alinham com a ala ultraconservadora do Partido Republicano. Rejeita taxativamente o aborto, é contrário a restringir o uso das armas e prega um Governo pequeno e pouco intervencionista.

Pence é um dos autores da Lei Patriota, aprovada no Governo de George W. Bush, que amplia o acesso do Governo a dados pessoais de cidadãos, como medida de segurança após os atentados de 11 de setembro de 2001.

O jovem Pence fracassou duas vezes nas urnas e decidiu trocar as ambições políticas por um programa de rádio

O governador não é um entusiasta do casamento entre homossexuais e, quando parlamentar, votou contra numerosas propostas voltadas a questões ambientais.

Apesar de acostumado a se alinhar com o discurso republicano de rejeição à imigração ilegal, em dezembro passado se distanciou de Trump ao qualificar de “ofensiva e inconstitucional” a proposta do magnata de proibir a entrada de muçulmanos no país. Entretanto, poucos meses depois solicitou a suspensão das chegadas de imigrantes sírios a Indiana até que o Governo federal garanta que todos passaram por um exaustivo controle de segurança.