Anne Hathaway, em campanha por licença-maternidade e paternidade

A atriz, que teve o primeiro filho em março, é nova embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres

Anne Hathaway, na estreia de 'Alice através do espelho'.
Anne Hathaway, na estreia de 'Alice através do espelho'.Cordon Press

 Anne Hathaway foi nomeada embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres, a agência das Nações Unidas que promove a igualdade de gênero. A atriz norte-americana é, segundo a organização, “uma defensora dos direitos das mulheres e meninas” há muito tempo. Com a nomeação, a ONU busca destacar “a questão da desigualdade na distribuição das tarefas domésticas” e promover mudanças, como a disponibilidade de creches acessíveis e o direito às licenças-maternidade e licenças-paternidade compartilhadas tanto no sistema público quanto no privado.

Mais informações

“Estou honrada e inspirada por esta oportunidade de ajudar o progresso em direção à igualdade de gênero. Um progresso significativo já foi alcançado, mas é hora de intensificarmos nossos esforços de forma coletiva e nos certificarmos de alcançar a verdadeira igualdade”, disse Hathaway, de 33 anos.

A atriz, vencedora de um Oscar, teve seu primeiro filho em março, Jonathan Rosebanks Shulman, fruto da relação com o marido, o produtor Adam Shulman. Sua maternidade recente é uma ocasião oportuna, porque este ano a ONU Mulheres trabalha para erradicar a “punição” ocorrida na remuneração e oportunidades de trabalho enfrentada por mulheres que se tornam mães. “É uma demonstração particularmente insidiosa da desigualdade de gênero no local de trabalho. O cuidado dos filhos é um trabalho por si só difícil, que deveria ser dividido igualmente entre os pais, e não ser apenas responsabilidade das mulheres”, disse Phumzile Mlambo-Ngcuka, diretora executiva da ONU Mulheres.

As Nações Unidas querem que a atriz ajude a organização a promover os benefícios das licenças-maternidade e paternidade remuneradas, um direito que não é garantido por lei nos Estados Unidos. “Para demonstrar como isso aumentará as oportunidades para as mulheres, precisávamos de uma defensora que tivesse o intelecto e a paixão para abordar esta questão complexa”, acrescentou a diretora executiva.

A atriz Anne Hathaway.
A atriz Anne Hathaway.GTRESONLINE

A estrela de Os Miseráveis já trabalhou para a Fundação Nike e viajou para o Quênia e Etiópia para chamar a atenção para os casamentos precoces. Em 2013, narrou Girl Rising, um documentário produzido pela CNN sobre o potencial da educação para as mulheres, que acompanha sete meninas em todo o mundo.